UE afasta esperança de levantamento de sanções contra Rússia

Os países europeus decretaram em 2014 sanções contra a Rússia pela anexação da península ucraniana da Crimeia e acusaram Moscou de apoiar os rebeldes pró-russos

As sanções europeias impostas à Rússia não serão suspensas enquanto não forem aplicados os acordos de Minsk, destinados a por fim ao conflito na Ucrânia, afirmou nesta quinta-feira o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Os países europeus decretaram em 2014 sanções contra a Rússia pela anexação da península ucraniana da Crimeia e acusaram Moscou de apoiar os rebeldes pró-russos no leste da Ucrânia.

Moscou respondeu a estas sanções decretando um embargo sobre produtos alimentares europeus, atingindo as relações comerciais entre as partes.

“A próxima etapa é clara: a aplicação completa do acordo, nem mais, nem menos. É a única maneira de começar a conversação e a única maneira de retirar as sanções econômicas impostas”, declarou Juncker, convidado pela primeira vez para o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF) desde sua designação como presidente da Comissão.

“A integridade territorial da Ucrânia é importante. Não pode ser ignorada”, insistiu.

Os acordos de Minsk 2, assinados em fevereiro de 2015, previam um cessar-fogo entre as forças armadas ucranianas e os separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, assim como uma série de medidas pra por fim ao conflito.

As sanções europeias decretadas após a anexação da Crimeia devem ser prolongadas por mais seis meses na sexta-feira, segundo indicou à AFP uma fonte em Bruxelas.

Quanto as medidas adotadas pela participação russa no conflito ucraniano, os 28 países da UE deverão decidir na próxima semana.

Apesar da inflexibilidade sobre a questão das sanções, Jean-Claude Juncker mostrou sua disposição em “construir pontes” entre a União Europeia e a Rússia.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s