UE iniciará negociações de adesão com Sérvia na 2ª feira

A Sérvia obteve em fevereiro de 2012 a condição de país candidato à adesão e, dois anos mais tarde, em janeiro de 2014, a UE decidiu iniciar as negociações

Belgrado – O comissário europeu para a Ampliação, Johannes Hahn, anunciou nesta quinta-feira em Belgrado que a União Europeia (UE) abrirá na próxima segunda-feira com a Sérvia os primeiros capítulos das negociações para o entrada do país no bloco comunitário.

Hahn, que discursou aos deputados no parlamento sérvio, declarou que esse ato “marcará o início da parte substancial do processo de adesão” e, “dessa maneira, a ideia sobre as perspectivas da Sérvia de ingressar na família europeia já não será apenas uma ideia, mas um objetivo concreto e realizável”.

De acordo com o comissário, “os primeiros dois capítulos que serão abertos no processo de negociações serão o 32, sobre o controle financeiro, e o 35, que se refere à normalização das relações entre Belgrado e Pristina”.

Segundo Hahn, os progressos nas relações com o Kosovo serão fundamentais para o processo de negociações da Sérvia com a União Europeia.

A expectativa, disse Hahn, é que a Sérvia continue as reformas do poder Judiciário, a luta contra a corrupção, a liberdade de expressão, a reforma da administração pública e o desenvolvimento econômico.

“Tudo isto pode modernizar Sérvia e ser útil para seus cidadãos”, argumentou.

Hahn enfatizou a contribuição da Sérvia à cooperação regional nos Bálcãs e à melhora das relações entre os vizinhos, assim como o bom tratamento aos refugiados na atual crise migratória, e assinalou que a UE ajudará o país a enfrentar o problema.

A Sérvia obteve em fevereiro de 2012 a condição de país candidato à adesão e, dois anos mais tarde, em janeiro de 2014, a UE decidiu iniciar as negociações, mas sem determinar uma data de abertura oficial dos primeiros capítulos.

Para esse passo, era exigido da Sérvia o processo de normalização de suas relações com o Kosovo, antiga província sérvia povoada por uma maioria de albaneses que proclamou a independência em 2008, mas que Belgrado não reconhece.

Ambas as partes, no entanto, realizam um diálogo, apoiado pela UE, para normalizar as relações, e desde 2013, quando se deram uns primeiros resultados importantes, vários acordos foram alcançados.

Hahn se reunirá nesta quinta-feira em Belgrado com o primeiro-ministro sérvio, Aleksandar Vucic. O governo sérvio deseja se tornar membro de pleno direito da UE em 2020.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s