Venezuela e Irã reafirmam aliança contra imperialismo

As declarações foram dadas em um encontro bilateral em Teerã, durante a III Cúpula do Fórum de Países Exportadores de Gás, que teve início hoje

Teerã – O líder supremo do Irã, Ali Khamenei, e o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, reafirmaram nesta segunda-feira a aliança entre os dois países para combater a “arrogância e o imperialismo” dos Estados Unidos, ao considerarem que a “resistência” é o único caminho que ambos têm para progredir.

As declarações foram dadas em um encontro bilateral em Teerã, durante a III Cúpula do Fórum de Países Exportadores de Gás, que teve início hoje na capital iraniana.

Maduro também manteve uma reunião com o presidente do Irã, Hassan Rohani, onde destacaram que ambos os países estão preparados para desenvolver laços multilaterais, particularmente no campo do petróleo e em outras atividades econômicas.

Segundo a agência oficial iraniana “Irna”, Khamenei, máxima figura política e religiosa do país, elogiou a postura do governo de Maduro para se libertar da pressão americana e transformar a América Latina em um lugar “independente e com sua própria identidade”.

“Hoje em dia, as políticas globais da arrogância caíram sobre a humanidade como uma praga. O único caminho para o progresso e a vitória dos países independentes é a resistência e confiar nas massas populares nesta guerra de vontades”, afirmou Khamenei.

O líder iraniano também indicou que o objetivo dos EUA é “destruir a resistência inspiradora do governo e o povo venezuelano”.

Nesse sentido, Khamenei afirmou que a Venezuela, “com sua perseverança” e o “uso das abundantes capacidades do país”, poderá enfrentar esse conflito com sucesso.

“O Irã considera o progresso da Venezuela e seus sucessos como próprios”, destacou Khamenei.

Já Maduro ressaltou que o Irã e a Venezuela são “autênticos amigos com laços estáveis”. E destacou que “os países imperialistas buscam destruir a independências dos outros, gerando conflitos sociais e buscando sua humilhação”.

Maduro afirmou, além disso, que os conselhos do líder supremo iraniano nos encontros entre ambos tiveram “muita influência” sobre ele. E que, como Khamenei afirmou, “é preciso fazer com que o inimigo fracasse com o apoio do povo”.

Essa é a segunda visita de Maduro ao Irã e a quinta que funcionários do alto escalão do governo da Venezuela realizam a Teerã neste ano, encontros focados em reafirmar a aliança entre os países para enfrentar a conflituosa relação com os EUA e abortar soluções para superar a queda dos preços do petróleo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s