A Samsung tenta olhar para o futuro

O ano de 2016 foi tenebroso para a fabricante de eletrônicos coreana Samsung. A empresa viu sua principal aposta no setor de smartphones, o Galaxy Note 7, literalmente explodir. Lançado em 19 de agosto, não demorou para surgirem os primeiros casos de aparelhos que pegavam fogo sem um motivo aparente. Hoje, a empresa espera acabar com essa sina ao apresentar para o mercado os resultados da investigação que realizou sobre o caso.

A culpada pelo prejuízo bilionário seria a bateria, que, produzida em um tamanho irregular, acabava superaquecendo e causando o incêndio. A fornecedora do equipamento para a multinacional é a Amperex Technology. Junto com a linha S7, o aparelho era a esperança da maior fabricante de celulares do mundo para tentar desbancar os iPhones 6 Plus e 6S Plus, da rival Apple. Acabou sendo uma falha que custou, em estimativas internas, 6 bilhões de dólares, sem contar com os prejuízos para a imagem da marca.

Foram vendidos 2,5 milhões de aparelhos ao redor do globo e a companhia tentou reiteradamente realizar o recall dos produtos até admitir que teria que encerrar sua produção, no início de dezembro. De acordo com a empresa, 96% deles retornaram – os outros estão proibidos de entrar até em aviões. Os clientes que foram prejudicados receberam o dinheiro de volta e desconto de 50% na compra de outro aparelho da empresa. Oficialmente, o Note 7 não chegou a ser vendido no Brasil.

Com o relatório de hoje sobre as falhas, a Samsung espera, enfim, se concentrar no futuro. A semana passada trouxe um alívio: o vice-presidente Jay Y. Lee foi inocentado de suspeitas de um escândalo de tráfico de influência que pode derrubar o governo sul-coreano. Agora, a Samsung deve focar no lançamento de seus dois próximos smartphones, um da linha S, sucessor do Galaxy S7, em março ou abril, e o Galaxy Note 8, em agosto. Eles são a esperança de dias melhores para a maior fabricante de celulares do mundo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s