Airbnb revela detalhes de suas ofertas em Nova York

A empresa de alojamento compartilhado Airbnb está pronta para mostrar seus dados a fim de ajudar a responder a algumas perguntas

Quantas pessoas estão dirigindo um mini-hotel na Airbnb, irritando seus vizinhos e possivelmente desacatando as leis de zoneamento locais? Quanto dinheiro as pessoas estão ganhando? Por quantas noites elas estão alugando suas casas?

Depois de meses na defensiva, esquivando perguntas desse tipo e tentando convencer as autoridades de que seus membros não estão realizando operações ilegais que contornam as leis locais e provocam o aumento dos aluguéis, a empresa de alojamento compartilhado está pronta para mostrar seus dados a fim de ajudar a responder essas perguntas, pelo menos em Nova York.

Na sede da Airbnb, em San Francisco, um porta-voz da empresa entregou um laptop com uma planilha repleta de dados anônimos sobre as quase 59.000 ofertas existentes em Nova York no período entre 1º de novembro de 2014 e 1º de novembro de 2015.

“Esta é a primeira vez que fazemos isso, e esperamos que sirva de modelo para nossa forma de fazer as coisas de agora em diante”, disse Chris Lehane, chefe de política global da Airbnb, em entrevista por telefone.

Para aqueles que querem ver os dados, a Airbnb exige uma visita a sua sede em Nova York. Para economizar a viagem para você, a Bloomberg listou alguns dos dados mais interessantes.

16 por cento

Essa é a porcentagem de anfitriões que oferecem suas casas ou apartamentos completos na Airbnb por mais de 121 dias por ano. Três por cento de anfitriões oferecem por 271 dias ou mais.

Enfrentando críticas sobre aluguéis de longo prazo, o CEO da Airbnb, Brian Chesky escreveu um post no blog da empresa no mês passado dizendo que eles desencorajaram essa prática. Mais da metade oferece suas casas ou apartamentos completos entre 1 e 30 dias.

US$ 5.110

É o valor médio anual de dinheiro que os anfitriões ganharam na cidade de Nova York. Os bairros de Manhattan, como SoHo e East Village, têm o maior média de aluguel (US$ 6.558). O Bronx tem a mais baixa (US$ 3.249).

126

Esse é o número de anfitriões em Nova York que ganham entre US$ 100.001 e US$ 350.000 por ano com a Airbnb. Outros 888 ganharam entre US$ 50.000 e US$ 100.000 em um único ano. Não é pouca coisa. A maioria dos anfitriões ganha menos de US$ 10.000 por ano.

25 por cento

Trata-se do porcentual da receita que vai para quem aluga ativamente sua casa inteira e que tinha mais de dois imóveis listados na Airbnb no ano passado.

Os críticos dizem que o site permite que locatários comerciais se tornem mini-hoteleiros, mas a Airbnb diz que esse não é o objetivo do serviço. A empresa projetou que esse número cairá para 7 por cento no futuro.

42

É o número de noites por ano, em média, em que um imóvel da Airbnb fica alugado. Essa quantidade equivale a cerca de 3,5 noites por mês.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s