Banco chinês é revistado na Espanha por lavagem de capitais

O banco serviu para "a introdução no circuito financeiro de fundos cuja origem se encontra na suposta comissão de delitos de contrabando"

A guarda civil espanhola revistou a filial madrilena do gigante bancário chinês Industrial and Commercial Bank of China (ICBC), em uma investigação por lavagem de capitais que atinge um total de 40 milhões de euros.

O banco serviu para “a introdução no circuito financeiro de fundos cuja origem se encontra na suposta comissão de delitos de contrabando contra o Fisco Público e contra os direitos dos trabalhadores, dando uma aparência de legalidade”, afirma a guarda civil em um comunicado.

Mais informações em instantes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s