Com 338 dias de férias acumulados, CEO marca tom da empresa

Se Walter Robb saísse de férias hoje, ele não teria que voltar ao trabalho como um dos CEOs da Whole Foods até mais ou menos março de 2017

Se Walter Robb saísse de férias hoje, ele não teria que voltar ao trabalho como um dos CEOs da Whole Foods Market Inc. até mais ou menos março – de 2017.

Robb acumulou 2.703 horas a seu benefício – folgas – desde que entrou na rede de supermercados em 1991. Divididas em turnos de oito horas, elas totalizam 338 dias, que ele pode receber em tempo livre ou em dinheiro.

Embora a Whole Foods seja uma das poucas empresas dos EUA a permitir que os funcionários adiem as férias completas ano após ano, a aversão de Robb em de fato utilizá-las não é incomum.

Documentos calculam o tempo de férias não utilizado. Steven Mollenkopf, CEO da Qualcomm Inc., obteve pelo menos US$ 121.000 no pagamento de férias acumuladas no fim de cada ano fiscal desde 2010.

R. Milton Johnson, da HCA Holdings Inc., tinha US$ 152.308 no fim de 2014. Tim Cook, da Apple Inc., foi reembolsado com US$ 56.923 em 2014 pelas folgas não utilizadas.

“Com a tecnologia atual, esqueça – você nunca está de folga”, disse Jon Luther, ex-CEO da Dunkin’ Brands Group Inc., que saiu de férias, mas passava as manhãs atendendo a ligações do trabalho antes de poder relaxar. É perigoso não programar um descanso, disse ele. “Você precisa garantir que se afastará de vez em quando, para respirar fundo e recarregar as baterias”.

Férias pagas

Não deveria ser difícil utilizar todo o tempo de férias nos EUA, porque ele é relativamente curto.

Os empregadores americanos costumam designar de 15 a 25 dias por ano aos diretores, conforme uma pesquisa realizada pela empresa de treinamento executivo Vistage Worldwide Inc. As leis em países como o Reino Unido e a Suécia exigem que todos os trabalhadores tenham direito a cerca de cinco semanas.

Na verdade, os EUA são o único país avançado onde não há férias pagas obrigatórias, de acordo com um relatório do Center for Economic and Policy Research. Isso, além dos chefes que raramente param para descansar, pode gerar “uma cultura em que os funcionários se sintam inseguros quanto a tirar férias”, disse Eden Abrahams, sócia administrativa da Clear Path Executive Coaching.

Algumas empresas americanas vão para o outro extremo: férias ilimitadas. Isso significa que os trabalhadores podem tirar quantos dias quiserem – ou ousarem.

A Netflix Inc. implementou essa política em 2004 e outras companhias do Vale do Silício, como Uber Technologies Inc. e Reddit Inc., adotaram-na. O CEO da Netflix, Reed Hastings, disse ao público presente na New York Times Dealbook Conference, em novembro, que ele tira cerca de seis semanas de férias por ano e “não esconde isso na companhia para tentar dar um bom exemplo”.

Whole Foods

Na Whole Foods, cada um dos sete executivos da diretoria – inclusive John Mackey, que é um dos fundadores e um dos CEOs, e a diretora financeira Glenda Flanagan – tinha mais de 1.200 horas acumuladas de folga até setembro do ano passado, de acordo com o relatório mais recente da empresa.

Os funcionários da Whole Foods têm a opção de receber dinheiro pelas folgas a 75 por cento do valor acumulado uma vez por ano ou receber a soma total se pedirem demissão.

“Se seu chefe fica com algumas centenas de milhares de dólares por férias pagas, isso provavelmente transmite uma mensagem para as outras pessoas da organização: ‘é isso que todos deveriam fazer’”, disse Michael Molina, diretor de recursos humanos da Vistage.

Os executivos têm a responsabilidade de ser modelos de conduta, disse ele, e é por isso que ele tenta utilizar todas as quatro semanas de férias que tem por ano.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s