Crescimento da carteira de crédito está adequado, diz BB

A expectativa do BB é que a carteira de crédito no conceito ampliado, que inclui títulos privados e garantias, cresça no mínimo 7% e no máximo 11%

São Paulo – O crescimento da carteira de crédito do Banco do Brasil está adequado ao momento de desafio atual, de acordo com Raul Moreira, vice-presidente de Negócios de Varejo da instituição.

Segundo ele, o BB vem atendendo a demanda dos seus clientes pessoas físicas sem adotar medidas restritivas na oferta de recursos nem mais frouxas.

“O BB tem política bastante conservadora na oferta de crédito a clientes. Seguimos trabalhando preventivamente na inadimplência e na oferta de produtos em linha com a necessidade dos clientes”, disse Moreira, em coletiva de imprensa, nesta manhã, acrescentando que, neste contexto, o banco vai lançar na semana que vem uma campanha de crédito consciente.

Na pessoa jurídica, Walter Malieni Júnior, vice-presidente de controles internos e gestão de risco da instituição, explicou que, em função do cenário “mais complexo” e “mais desafiador”, há retração na demanda.

A expectativa do BB é que a carteira de crédito no conceito ampliado, que inclui títulos privados e garantias, cresça no mínimo 7% e no máximo 11% neste ano. Até setembro, cresceu 7,1%.

Despesas administrativas

As despesas administrativas do Banco do Brasil somaram R$ 8,551 bilhões no terceiro trimestre deste ano, incremento de 6,3% na comparação com um ano, de R$ 8,048 bilhões.

Em relação aos três meses anteriores, de R$ 8,439 bilhões, foi identificada elevação de 1,3%.

No acumulado do ano até setembro, as despesas administrativas do BB totalizaram R$ 25,216 bilhões, cifra 6,9% maior que a vista em um ano, de R$ 23,596 bilhões.

O crescimento ficou dentro do guidance de 2015 de alta de 5% a 8%. “A evolução das Despesas Administrativas decorreu, principalmente, das despesas referentes ao acordo trabalhista 2014/2015”, explica o BB, em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras.

As despesas de pessoal do banco foram a R$ 5,028 bilhões no terceiro trimestre, aumento de 8,6% em um ano, porém, queda de 2,0% no comparativo trimestral.

Outros gastos administrativos alcançaram R$ 3,523 bilhões, aumentos de 3,1% e 6,5%, respectivamente.

Provisão

O nível de provisão para devedores duvidosos (PCLD) do Banco do Brasil reflete a dinâmica atual do País, de acordo com José Mauricio Pereira Coelho, vice-presidente de Gestão Financeira e Relações com Investidores da instituição.

“Quando tivermos outro desempenho do ciclo econômico, as provisões podem recuar”, afirmou ele, em coletiva de imprensa na manhã desta quinta.

O saldo de provisão para devedores do BB terminou setembro em R$ 34,026 bilhões, cifra 15,4% maior em relação a junho, de R$ 29,487 bilhões. Em um ano, quando a cifra estava em R$ 25,770 bilhões, cresceu 32,0%.

O banco acredita que o índice de PCLD deve ficar entre 3,1% e 3,5% neste ano contra intervalo inicialmente projetado de 2,7% a 3,1%. No acumulado do ano até setembro, foi de 3,3%.

No terceiro trimestre, o BB informou que constituiu uma provisão para devedores duvidosos adicional no valor de R$ 2,370 bilhões, aproveitando o ganho contábil de R$ 3,405 pela majoração da contribuição social sobre o lucro líquido (CSLL) que passou de 15% para 20% assim como os demais grandes bancos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s