Daimler corta produção e salários, mas empregos são mantidos

Em meio à pior recessão da economia brasileira em 6 anos, a Daimler Trucks recentemente avisou que faria mudanças em sua fábrica de São Bernardo do Campo

A fabricante alemã Daimler informou nesta segunda-feira que decidiu reduzir as horas de trabalhos em sua fábrica de caminhões no Brasil, em vez de cortar 1.500 postos de trabalho, para se adaptar à fraca demanda.

Em meio à pior recessão da economia brasileira em seis anos, a Daimler Trucks recentemente avisou que faria drásticas mudanças em sua fábrica de São Bernardo do Campo, que conta com 10.000 funcionários.

A Daimler Trucks disse, contudo, nesta segunda-feira que, após negociações com lideranças sindicais, a empresa concordou com um corte de 20% da produção e dos salários de setembro deste ano até maio de 2016.

O governo brasileiro compensará a metade da perda salarial. Em troca, os trabalhadores terão seus empregos garantidos por um ano.

A Daimler afirma que a medida é uma resposta à queda de 44% na demanda por caminhões no Brasil.

“Por muitos meses tem havido uma redução das encomendas de caminhões, e uma recuperação do mercado infelizmente não está prevista”, disse recentemente o porta-voz da Daimler à AFP.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s