Embraer entregará aviões apesar das dificuldades da Republic

Das 24 entregas restantes para a Republic, nove estão previstas ainda para 2016, com as 15 adicionais previstas para 2017

São Paulo – O vice-presidente executivo financeiro e relações com investidores da Embraer, José Antonio de Almeida Filippo, afirmou nesta quinta-feira, 3, que a empresa acredita que a Republic Airways irá sobreviver, apesar do pedido de proteção contra falência protocolado na semana passada.

“A Republic Airways é muito importante para a American, Delta e United. As três majors do mercado americano gostam da Republic”, disse Filippo, durante teleconferência em inglês com analistas e investidores. “A Republic vai sobreviver, dada a sua importância no sistema aéreo dos Estados Unidos”.

A Republic Airways, uma das maiores companhias aéreas regionais dos Estados Unidos, pediu proteção contra falência na semana passada. A companhia, que possui sede em Indianápolis, disse que planeja manter as operações enquanto se reestrutura.

Segundo a Embraer, a Republic possui uma frota de 230 aeronaves da companhia, sendo 50 ERJ 140/145 e 180 E170/175. Além disso, em 31 de dezembro de 2015, havia 28 aeronaves E175 encomendadas pela Republic no backlog da Embraer – destas, quatro já foram entregues e as 24 restantes estão programadas para entrega entre agosto de 2016 e dezembro de 2017.

A Republic Airways Holdings é responsável pela operação das companhias aéreas regionais Republic Airways e Shuttle America. Suas operações complementam as malhas da American Airlines, da Delta e da United Continental.

Segundo Filippo, das 24 entregas restantes para a Republic, nove estão previstas ainda para 2016, com as 15 adicionais previstas para 2017. O executivo, no entanto, acredita que as entregas não devem ser afetadas pela recuperação judicial da Republic.

“Todas as entregas de E175 encomendadas estão ligadas ao acordo da Republic com a United. A United tem uma grande necessidade por essas aeronaves, e, sendo assim, acreditamos que iremos realizar as entregas”, disse Filippo, ressaltando que as entregas deste ano são previstas apenas para agosto. “Temos tempo para estruturar algo, estamos confiantes que serão entregues.”

2016

O vice-presidente executivo financeiro e relações com investidores da Embraer ainda ressaltou que a companhia não enxerga em 2016 uma volatilidade cambial tão alta quanto a verificada no ano passado.

“Apesar de não podermos antecipar, não vemos uma volatilidade semelhante à deste ano”, disse Filippo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s