GM faz recall de 400 veículos por defeito em air bag

A empresa está fazendo recall de mais de 400 veículos, por risco dos air bags, ao se abrirem, lançarem fragmentos metálicos no motorista e nos passageiros

Detroit – O grave problema envolvendo air bags da marca Takata continua sendo identificado em novos veículos. Desta vez, em automóveis da General Motors.

A empresa está fazendo recall de mais de 400 veículos, em função do risco dos air bags, ao se abrirem, lançarem fragmentos metálicos no motorista e nos passageiros, segundo a GM e documentos divulgados neste sábado pela agência nacional de segurança no trânsito dos Estados Unidos (NHTSA).

Até o momento, o problema já levou ao recall de cerca de 23,4 milhões de air bags da empresa japonesa Takata, referentes a 19,2 milhões de carros de 11 marcas diferentes vendidos nos Estados Unidos, incluindo Honda e Fiat Chrysler. No mês passado, a NHTSA enviou comunicados a outras sete montadoras solicitando informações sobre veículos com air bags da Takata e alertando que o número de recalls pode aumentar.

Os air bags da Takata utilizam nitrato de amônia para gerar a pequena explosão que infla os air bags em caso de colisões. Mas, segundo a empresa japonesa, o produto químico pode se degradar dentro de air bags expostos a altas temperaturas e umidade do ar por tempo prolongado. Neste caso, o nitrato de amônia pode vir a queimar rapidamente e acabar rompendo a barreira metálica que deveria conter a explosão.

Os últimos recalls de veículos da GM se referem a modelos Chevrolet Equinox, Malibu e Camaro de 2015, e também Buick LaCrosse, Cadillac XTS e GMC Terrain. Milhares de carros de outros modelos da empresa também contam com air bags da Takata. Mas o porta-voz da montadora, Alan Adler, afirmou que outros veículos não apresentaram defeitos.

Em nota, Adler recomendou aos proprietários de automóveis com air bags defeituosos que procurem uma concessionária da marca o mais rápido possível para que o problema possa ser corrigido. A empresa irá disponibilizar carros consignados aos clientes prejudicados pelo problema.

Além da GM, o recall também tem sido feito por 11 montadoras de carros e caminhões, incluindo BMW, Daimler Trucks, Fiat Chrysler, For, General Motors, Honda, Mazda, Mitsubishi, Nissan, Subaru e Toyota. A NHTSA alertou que poderão ser feitos recalls também de veículos das marcas Mercedes-Benz, Jaguar-Land Rover, Suzuki, Tesla, Volvo Trucks, Volkswagen e Spartan Motors.

A agência está organizando uma audiência pública em Washington na próxima quinta-feira para tratar da investigação da japonesa Takata e definir se irá assumir a coordenação de todos os recalls para agilizar os reparos. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s