Justiça sueca abre investigação por fraude contra a Volks

A investigação terá como foco os modelos a diesel importados para a Suécia entre 2009 e 2015, que chegariam a 225.000

A promotoria de combate à corrupção da Suécia anunciou nesta terça-feira a abertura de uma investigação por “fraude com agravante” contra a montadora alemã Volkswagen, pelo caso dos motores a diesel com software que adulteram resultados de testes poluentes.

A investigação terá como foco os modelos a diesel importados para a Suécia entre 2009 e 2015, que chegariam a 225.000.

O grupo com 12 marcas, que fabrica cerca de 300 modelos, admitiu em setembro que os motores a diesel de 11 milhões de veículos em todo o mundo estavam equipados com um programa que poderia alterar os resultados dos controles de poluição.

Desde a explosão do escândalo, a Volkswagen enfrenta várias ações judiciais, especialmente nos Estados Unidos – onde o Departamento de Justiça americano e a Agência de Meio Ambiente (EPA) iniciaram uma demanda contra a montadora – e em vários países europeus.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s