Lucro líquido da BrMalls soma R$ 330,277 mi no 2º trimestre

Lucro da operadora de shopping centers teve alta de 10,6% frente o igual período do ano passado

São Paulo – A operadora de shopping centers BrMalls Participações teve lucro líquido de R$ 330,277 milhões no segundo trimestre de 2015, uma alta de 10,6% frente o igual período do ano passado.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 675,633 milhões, alta de 11,0% na comparação entre os mesmos períodos, enquanto a receita líquida totalizou R$ 347,888 milhões, alta de 4,6%.

Em termos ajustados a variação cambial, swap a mercado, imposto não caixa, propriedade para investimento e participação de minoritários, o lucro líquido atingiu R$ 86,850 milhões no segundo trimestre, o que equivale a uma perda de 18,0% em relação a igual período do ano passado.

Já o Ebitda ajustado somou R$ 277,268 milhões, alta de 3,5% na comparação anual, enquanto a margem Ebitda ajustado recuou 0,8 ponto porcentual para 79,7%.

Essa conta considera outras receitas operacionais referentes a propriedade para investimento somada ao faturamento da debênture de participação nos lucros do shopping Araguaia.

Semestre

Nos seis primeiros meses do ano, o lucro líquido caiu 43,9% para R$ 197,571 milhões, frente igual intervalo do ano passado.

O Ebitda, por outro lado, avançou 8,8% para R$ 936,599 milhões, ao passo que a receita ganhou 5,0% ao atingir R$ 687,744 milhões.

Em termos ajustados, o lucro líquido cresceu 8,6% para R$ 198,859 milhões e o Ebitda avançou 3,5% para R$ 540,392 milhões. A margem Ebitda ajustado perdeu 1,2 ponto porcentual para 78,6%.

Operacional

Em sua prévia operacional, a BrMalls informou um volume total de vendas de R$ 5,377 bilhões no segundo trimestre de 2015, crescimento de 4,1% em relação a igual período do ano anterior, se excluído o efeito das vendas de participação, nos shoppings Big Shopping, Mueller e Fashion Mall.

Segundo a companhia, a alta das vendas totais consolidadas foi de 0,3% de abril a junho deste ano.

A empresa de shopping centers encerrou o segundo trimestre com crescimento de 3,6% no indicador de vendas mesmas lojas (abertas há mais de um ano).

Os aluguéis mesmas lojas tiveram alta de 7,0%. A taxa de ocupação ficou em 97,0% no segundo trimestre, ante 97,3% no mesmo período do ano passado.

A inadimplência líquida atingiu em 3,7% de abril a junho deste ano, enquanto no segundo trimestre de 2014 estava em 1,7%. Os pagamentos em atraso atingiram 7,6% no segundo trimestre deste ano.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s