O que você deve fazer para se tornar um líder melhor?

Para ser um grande coach, você deve fazer mais perguntas em vez de tentar dar todas as respostas

O segredo de todo bom líder é ter uma equipe de sucesso – é o que dizem nove entre dez gurus da administração. E como armar uma equipe de sucesso? Dando coaching. E como ser um grande coach e fazer coaching bem feito? A resposta é surpreendentemente simples. Você deve fazer mais perguntas em vez de tentar dar todas as respostas. É o que ensina Michael Bungay Stainer no livro The Coaching Habit (ainda sem tradução para o português).

Michael é consultor de empresas, coach e autor de vários livros. Em suas próprias palavras, seu trabalho é ajudar executivos a causar maior impacto trabalhando menos. De forma Inteligente, sagaz, articulada e bem-humorada, Michael apresenta as sete perguntas que transformarão a maneira como você lidera sua equipe.

Executivos em posição gerencial sentem-se compelidos a rapidamente orientar suas equipes no que e como fazer. Se você ocupa uma posição gerencial, tenho certeza de que sua reação quando um colaborador lhe apresenta um problema é tentar resolvê-lo, dar conselhos, agir e apagar o incêndio. Afinal, você é o chefe e sabe mais, certo?  O que você não percebe é que, agindo desta maneira, se torna um gargalo para o desempenho e aprendizado da equipe. Coaching e feedback frequentes são mais poderosos do que as avaliações de desempenho tradicionais que são realizadas apenas uma ou duas vezes por ano.

Diante de tantos cursos, textos, propagandas, certificações etc … é fácil ficar confuso com o que é coaching. Que tal começar lendo este livro? Coaching não é dar conselhos ou resolver problemas, mas saber fazer as perguntas certas para ajudar o coachee a encontrar sua maneira de superar um obstáculo. Dedique mais tempo a ouvir para que encontre ele mesmo suas soluções. O resultado valerá a pena. E você trabalhará menos. Como?

Comece perguntando: “Porque você veio me procurar?” – assim você define o foco da conversa. Siga com: “O que mais?” – explore um pouco pois raramente a primeira resposta é a verdadeira razão. Depois foque novamente: “Qual seu verdadeiro desafio?” – a real dificuldade ficará explícita e, se houver, o seu papel na solução também. Esse é apenas o início de uma fórmula simples para transformar qualquer conversa. 

Aprenda com The Coaching Habit:  coaching é uma atitude. E você pode ser coach de sua equipe, pares, chefe e de você mesmo. 

O livro pode ser comprado no site www.boxofcrayons.biz

* Este artigo é de autoria de Marcelo Nóbrega (diretor de recursos humanos da Arcos Dourados) e não representa necessariamente a opinião da revista

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s