PepsiCo busca consumidores saudáveis com novas máquinas

A PepsiCo busca ressurgir em um setor particularmente afetado: as máquinas de venda automática

A PepsiCo Inc., que está enfrentando repercussões do combate aos refrigerantes e preocupações com a saúde em relação aos salgadinhos, busca ressurgir em um setor particularmente afetado: as máquinas de venda automática.

A companhia está implementando vários milhares de máquinas com duas temperaturas que oferecem alimentos e bebidas da nova marca Hello Goodness, conforme um comunicado.

As unidades incluirão produtos mais saudáveis das divisões de bebidas e da Frito-Lay, pertencentes à PepsiCo, como Naked Juice, batatinhas Lays Oven Baked e potes de homus Sabra.

A ideia é dar uma cara nova a uma invenção há muito associada a alimentos de baixa qualidade, cigarros e outros vícios. Embora as máquinas de venda automática continuem vigorando, elas foram expulsas de muitas escolas e de outros lugares dos EUA devido às preocupações com a saúde. As vendas de máquinas automáticas nos EUA caíram 1 por cento em 2014, para US$ 4,5 bilhões, de acordo com a Euromonitor International.

As novas máquinas da PepsiCo terão uma interface digital e possibilitarão que os consumidores comprem com cartões de crédito ou com o sistema Apple Pay, disse Kirk Tanner, CEO da divisão de bebidas da empresa na América do Norte.

“Essas são as máquinas de venda do futuro”, disse ele, em uma entrevista. “Temos a oportunidade de liderar as vendas de produtos melhores para o consumidor nessas máquinas e há muito estamos comprometidos em concretizar isso”.

Refrigerantes em baixa

A iniciativa é parte de uma campanha mais ampla da CEO Indra Nooyi para oferecer lanches mais saudáveis. Cada vez mais, os consumidores estão evitando as bebidas açucaradas e os doces, o que prejudica as vendas de refrigerantes da PepsiCo e da concorrente Coca-Cola Co.

As escolas têm sido um campo de batalha fundamental neste setor. O governo americano impôs padrões para os alimentos vendidos nas máquinas automáticas em escolas a fim de restringir a quantidade de açúcar, sódio e calorias.

Essa mudança prejudicou as operadoras de máquinas automáticas, pois em alguns casos reduziu as vendas em 30 por cento a 40 por cento, de acordo com a Vending Market Watch, uma publicação do setor.

Embora tecnologias e lanches novos estejam contribuindo para a recuperação do setor, as vendas totais continuam abaixo do patamar de antes da última recessão dos EUA.

A PepsiCo aposta que a oferta de opções mais saudáveis ajudará a mudar isso, embora a marca Hello Goodness não vise as escolas primárias. As máquinas serão instaladas em lugares como hospitais, universidades, escritórios e terminais de transporte.

“Consideramos que elas vão acrescentar, não canibalizar”, disse Tanner.

“Acreditamos que essas máquinas são uma excelente forma de incrementar nossos negócios, de chegar a consumidores em lugares onde só podemos alcançá-los com as máquinas de venda automática”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s