Petrobras diz à CVM que não recebeu renúncia de Bendine

Na quinta-feira, o ex-ministro Pedro Parente foi indicado para dirigir a petroleira

São Paulo – A Petrobras informa que está avaliando, em conjunto com seu presidente em exercício, Aldemir Bendine, todos os procedimentos de governança corporativa, conformidade e integridade necessários ao processo sucessório, conforme o novo estatuto social da companhia, aprovado em assembleia geral em 28 de abril último.

Questionada pela CVM sobre eventual renúncia de Bendine, a empresa afirma que não recebeu, até o momento, nenhuma correspondência de seu atual presidente sobre isso.

Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, publicada na quinta-feira, 19, Bendine poderia renunciar caso se confirmasse a intenção do governo Michel Temer de substituí-lo na direção da estatal.

Na quinta-feira, o ex-ministro Pedro Parente foi indicado para dirigir a petroleira.

No comunicado distribuído nesta sexta-feira, 20, a Petrobras reitera ainda que a indicação do novo presidente da empresa pelo acionista controlador será analisada pelo conselho de administração em reunião extraordinária convocada para a próxima segunda-feira, 23.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s