PPPC cita estabilidade em estoques de celulose em novembro

Segundo o Conselho de Produtos de Papel e Celulose, os estoques globais de celulose passaram de 36 para 35 dias entre outubro e novembro

São Paulo – Os estoques globais de celulose passaram de 36 para 35 dias entre outubro e novembro, mostraram dados do Conselho de Produtos de Papel e Celulose (PPPC, na sigla em inglês), compilados pelo BTG Pactual e Itaú BBA em notas divulgadas a clientes nesta terça-feira.

Individualmente, os estoques de celulose de fibra curta no mês passado ficaram em um patamar suficiente para fornecimento por 40 dias, praticamente estáveis na base mensal.

O mesmo ocorreu com os inventários de celulose de fibra longa, que marcaram 30 dias em novembro.

O PPPC mostrou alta de 5 por cento nos embarques globais de celulose em novembro ante outubro, com destaque para a China (+8 por cento) e Europa Ocidental (+4 por cento).

Na visão do Itaú BBA, os dados são neutros para as fabricantes de celulose brasileiras Fibria e Suzano.

Na mesma linha, o BTG Pactual avaliou os dados de estoques como baixos e combinados com demanda saudável da China. Com isso, os fundamentos do setor de celulose permanecem favoráveis na avaliação do banco.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s