Preso, presidente licenciado da Eletronuclear pede demissão

O almirante da reserva Othon Luiz da Silva, preso na operação Lava Jato, pediu demissão do cargo, segundo a Eletrobras

São Paulo – O almirante da reserva Othon Luiz da Silva, preso na Operação Lava Jato na semana passada, pediu demissão do cargo de presidente da Eletronuclear, informou nesta quarta-feira a Eletrobras.

Ele estava licenciado do cargo desde abril quando surgiram as primeiras denúncias de pagamento de propina a dirigentes da empresa controlada pela Eletrobras. Na última sexta-feira, o juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal do Paraná, prorrogou a prisão temporária do almirante, acusado de receber 4,5 milhões de reais em propina. (Por Roberto Samora)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s