Sindicato confirma corte de 2,3 mil funcionários da Abengoa

O grupo Abengoa demitiu 2.300 funcionários na Bahia, o que representa 42,5% da força de trabalho da multinacional tem no Brasil, informou sindicato

São Paulo – O grupo energético espanhol Abengoa, que está em busca um acordo com credores, demitiu 2.300 funcionários na Bahia, o que representa 42,5% da força de trabalho da multinacional tem no Brasil, informou o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial (Sintepav-BA), Irairson Warneaux.

O dirigente sindical disse à Agência Efe que a Abengoa contava até há 20 dias com 5.400 funcionários em todo o país, dos quais pouco menos da metade trabalhava na Bahia em uma fábrica que praticamente cessará suas atividades até que a situação financeira da companhia seja definida.

Warneaux afirmou que também foram demitidos trabalhadores das plantas de Tocantins, Piauí e Maranhão, embora isso ainda não tenha sido confirmado pelos sindicatos regionais.

Com graves dificuldades financeiras, a Abengoa comunicou a Warneaux a intenção de ficar com 400 de seus 5.400 trabalhadores em todo o país para a manutenção dos projetos já iniciados.

Após denunciar as “demissões em massa”, o sindicato pediu a mediação do Ministério Público do Trabalho e espera realizar nos próximos dias uma audiência de conciliação entre as partes, segundo Warneaux.

O Sintepav-BA informou que a companhia, especializada em engenharia e energias renováveis, se comprometeu a recontratar os trabalhadores demitidos caso seja aceito um eventual plano de reestruturação de sua dívida.

A Abengoa anunciou na semana passada que está em busca de uma proteção preliminar para tentar solucionar uma dívida financeira de quase 9 bilhões de euros e dívidas a fornecedores superiores a 5 bilhões.

No Brasil, onde está presente desde os anos 90, a companhia realizou nos últimos anos 11 projetos de linhas elétricas. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s