Trabalhadores de aeroportos do Chile anunciam nova greve

Em 15 de setembro, os trabalhadores realizaram uma greve de 24 horas, o que afetou 362 voos nacionais e internacionais

Santiago do Chile – Os trabalhadores da direção geral de Aeronáutica Civil do Chile (DGAC) confirmaram nesta segunda-feira a convocação de uma greve de 48 horas para quinta-feira e sexta-feira a fim de exigir melhoras em seu regime de pensões, informaram fontes sindicais.

Em 15 de setembro, os trabalhadores realizaram uma greve de 24 horas, o que afetou 362 voos nacionais e internacionais, deixando 50 mil passageiros em terra.

Após dois meses de trabalho, a Associação Nacional de Funcionários da direção geral de Aeronáutica (ANFDGAC), anunciou uma nova greve nacional após não ter conseguido um resultado satisfatório.

A principal queixa dos trabalhadores está relacionada com o regime de cotações, vinculado atualmente à Administradora de Fundos de Pensões (AFP).

Como a DGAC depende do Ministério da Defesa, os funcionários exigem estar sujeitos à Caixa de Previsão da Defesa Nacional e, desta maneira, aceder a uma melhor aposentadoria.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s