Vale vai investir US$ 6,2 bilhões no próximo ano

5º ano consecutivo de queda do orçamento de investimentos: a expectativa era de US$ 6,4 bi em 2016

São Paulo – Os investimentos da Vale em 2016 deverão ficar em US$ 6,2 bilhões, conforme apresentação da mineradora que será utilizada no Vale Day, em Nova York, que acaba de ser disponibilizada no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Desse total, US$ 3,2 bilhões irão para a execução de projetos e US$ 3,0 bilhões dedicados à manutenção das operações existentes e projetos de reposição. A média das estimativas de analistas apontava para um capex de US$ 6,4 bilhões.

Esse é o quinto ano consecutivo de queda do orçamento de investimentos pela mineradora, após o pico de US$ 18 bilhões em 2011.

“2016 será um outro ano desafiador, com uma perspectiva de balanço de oferta e demanda desfavorável e volatilidade nos preços de commodities”, destaca a apresentação que será feita pelo presidente da mineradora, Murilo Ferreira.

No mesmo documento, o texto cita que a Vale manterá no próximo ano sua disciplina operacional, para preservar seu balanço, dado esse ambiente de desafios.

Entre as medidas a continuidade da simplificação de sua estrutura organizacional, aumento de produtividade, corte de custos e otimização do capex.

Além disso, a Vale destaca que pretende reduzir o seu custo caixa de minério de ferro, assim como melhora da qualidade dos produtos. Por fim, a Vale espera completar seu programa de desinvestimentos.

Em 2015, esse programa de venda de ativos fora da atividade principal da mineradora rendeu US$ 3 bilhões. Para o ano que vem a Vale projeta alcançar um montante entre US$ 4 bilhões e US$ 5,5 bilhões em desinvestimento.

Entre as opções estão: joint venture na atividade de carvão, joint venture em fertilizantes, venda de 11 valex, venda de ações preferenciais adicionais em determinados ativos, a venda da MRN e, por fim, ativos de energia detidos pela mineradora.

Para 2017, o investimento da Vale deverá ficar entre US$ 4 bilhões e US$ 5 bilhões, ainda de acordo com a apresentação.

A queda dos investimentos começa a ser maior por conta da conclusão de seu principal projeto, o S11D, que já alcançou 77% de avanço físico e com o cronograma caminhando conforme o planejado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s