Investidores pedirão reparação de danos à Volkswagen

Fundação oferece aos investidores da Volkswagen no mundo todo um veículo sem custo para que recuperem os prejuízos causados aos títulos

Frankfurt – Os investidores institucionais da montadora alemã Volkswagen reivindicarão à empresa através da legislação holandesa a reparação dos danos pelas perdas ocasionadas pela manipulação da emissões de gases.

“A revelação de que a Volkswagen instalou dispositivos para contornar as regulações de emissões para seus motores a diesel causou aos acionistas da companhia e proprietários da dívida perdas de bilhões de euros”, admitiu hoje a Volkswagen Investor Settlement Foundation.

Esta fundação oferece aos investidores da Volkswagen no mundo todo um veículo sem custo para que recuperem os prejuízos causados aos títulos da Volkswagen conforme a Lei de Liquidação Coletiva Holandesa.

Esta lei permite às partes resolver disputas internacionais através de uma fundação holandesa, que representa os investidores no mundo todo e a companhia, quando solicitarem de forma conjunta ao Tribunal de Apelações de Amsterdã a aprovação de uma liquidação de pagamento aos investidores com a condição de renunciarem aos processos contra a companhia.

Os investidores que não estiverem satisfeitos com o pagamento podem pedir sua exclusão dessa fundação.

Ao aderir à Volkswagen Investor Settlement Foundation, os investidores protegem seus interesses e demonstram apoio à negociações de pagamento entre a fundação e a Volkswagen sem custos, nem obrigações nem riscos.

As ações da Volkswagen valiam, em 18 de setembro do ano passado, 162,40 euros (R$ 722) no fechamento da negociação na bolsa de Frankfurt, horas antes da divulgação da manipulação das emissões de gases.

Hoje, os títulos da Volkswagen subiam na Bolsa de Frankfurt 6,4%, para 101,30 euros (R$ 452).

A diferença representa uma queda de 38% em relação a antes de a Volkswagen reconhecer publicamente a manipulação.

As principais agências de avaliação de risco, Fitch, Standard & Poor’s (S&P) e Moody’s, reduziram a qualificação da dívida de longo prazo da VW a BBB, um índice de aprovação alto, mas menor que o A que a companhia tinha, que equivale a notável.

A Volkswagen informou inicialmente que 11 milhões de veículos à diesel, que têm um motor do tipo EA 189, eram os afetados pela manipulação das emissões de gases óxidos de nitrogênio.

Posteriormente também admitiu que manipulou as emissões de dióxido de carbono em outros 800 mil veículos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s