4 passos para a análise financeira deixar de ser assustadora

A análise financeira da sua empresa não é um bicho de sete cabeças e nem é necessário ser um gênio da matemática para elaborá-la. Veja como fazer:

Análise financeira para plano de negócios: os pontos mais importantes
Escrito por Eduardo Vilas Boas, especialista em plano de negócio

A análise financeira é uma das seções mais importantes, uma das que mais gera interesse dos investidores e sem dúvida a que cria mais temor nos empreendedores. Diferente do que muitos pensam, ela não é um bicho de sete cabeças e nem é necessário ser um gênio da matemática para elaborá-la. Um pouco de organização, habilidade com planilhas e as dicas que passaremos a seguir podem deixar essa tarefa bem mais simples.

1 – Premissa

A análise financeira deve começar com a definição de premissas. Poucas pessoas dão importância a isso e muitos planos de negócios nem contam com definição de premissas. Nós consideramos que ela é essencial para uma boa análise financeira. Premissas são as informações que servirão de base para as projeções financeiras. Elas devem ser definidas de acordo com as seções anteriores do plano de negócios. Por exemplo, a análise de mercado pode apontar a expectativa de crescimento do mercado para os próximos anos e esse número poderá ser usado para estimar o crescimento do faturamento da empresa.

2 – Projeção financeira

Com as premissas definidas, é possível projetar as finanças para os próximos anos e a partir daí enxergar o resultado esperado da empresa. Nos planos de negócios mais simples, apenas o fluxo de caixa (demonstrando as reais entradas e saídas de recursos da empresa) basta. Em planos com maior nível de detalhamento é necessário elaborar um demonstrativo de resultados também, diferenciando entradas e saídas financeiras e contábeis. O balanço patrimonial na maioria das vezes não é necessário para o plano de negócios de empresas nascentes.

3 – Indicadores

Após a elaboração das projeções financeiras mostrando como os números da empresa se desenvolvem, é importante que sejam elaborados e analisados os principais indicadores financeiros, em especial Payback, Breakeven, TIR e VPL. Esses indicadores irão demonstrar o real potencial da empresa e permitir comparações entre empresas distintas.

4 – Retorno

Em planos de negócios que têm como objetivo conseguir investidores, sugere-se uma explicação do que é oferecido para o investidor (normalmente uma porcentagem da empresa) e o que se busca em retorno (um valor em investimento financeiro). Se possível, demonstre qual o retorno do investimento, em quanto tempo irá ocorrer e quais são as opções de saída que o investidor terá para quando desejar encerrar o investimento realizado.

Procurando entender um pouco sobre planejamento financeiro e não esquecendo dos pontos que listamos aqui, a análise financeira do plano de negócios pode ser feita de maneira simples e sem causar grandes problemas ao empreendedor. 

Eduardo Vilas Boas é empreendedor, doutor em administração de empresas pela FEA/USP, sócio da Empreende e criador do site Empreende.vc.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s