Como dividir o tempo entre empresa própria e família?

Quando a empresa está no início, a presença física do empreendedor não se pode restringir ao horário comercial, e isso quer dizer que a atenção e o convívio com a família podem diminuir.

Como dividir o tempo entre empresa própria e família de forma saudável?
Escrito por Renato Kuyumjian, especialista em empreendedorismo 

Um dos grandes desafios para quem tem empresa própria ou trabalha em um sistema home office ou home based é conseguir dividir o tempo entre a atividade comercial e a família. Ter um negócio próprio implica dedicação quase integral ao sucesso do empreendimento. E aqui não importa o tamanho da empresa ou o segmento da economia em que está inserida.

Há um ditado popular que diz “é o olho do dono que engorda o gado”. E essa é uma verdade absoluta enquanto o empreendedor ainda não formou colaboradores ou funcionários que tenham o sucesso da empresa como objetivo maior.

Quando a empresa está no início, a presença física do empreendedor não se pode restringir ao horário comercial e aos cinco dias úteis da semana. Às vezes é preciso mais, muito mais. E isso quer dizer que a atenção e o convívio com a família podem diminuir. Mas, mesmo que esse tempo diminua em quantidade, não pode diminuir em qualidade.

Para que a divisão do tempo seja saudável e de qualidade, o empreendedor deve em primeiro lugar conversar com seus familiares, explicando os motivos pelos quais ele dedicará mais tempo à empresa. Deve também definir o período em que isso acontecerá. Se esse período for ampliado, a família deve ser avisada e os planos refeitos. Tanto o empresário como seus familiares devem ser flexíveis e estar dispostos a negociar mudanças.

O empreendedor também deve ter disciplina e traçar um cronograma a ser seguido tanto por ele como pelos familiares. Estabelecer horários e uma rotina de trabalho é o ideal. No início da empresa, pode acontecer de o empreendedor dedicar mais tempo ao trabalho do que à família. Com o decorrer do tempo e a estabilização da empresa, a situação tenderá a se normalizar. O importante é manter a qualidade do tempo que se passa com a família, de forma a tornar esse relacionamento cada vez mais saudável.

Renato Kuyumjian é sócio fundador da Quinta Valentina.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s