Empresa de TI investe em aulas de música para funcionários

Com o curso, empresa carioca percebeu melhora na produtividade, na capacidade de inovação e na relação entre os funcionários

São Paulo – Quer aumentar a produtividade da sua equipe? Que tal investir em aulas de música? A ideia surgiu na Webradar, uma empresa de tecnologia no Rio de Janeiro, e tem dado ótimos resultados.

“Começamos a ter aulas de harmonia musical há cerca de um ano, e nossa produtividade aumentou 20%”, conta Adriano Lima, CEO da empresa que trabalha com big data analytics, análise de dados com objetivo de melhorar processos e reduzir custos. “Nosso dia a dia exige muita atividade intelectual e inovação. Por isso, buscamos alternativas para estimular a criatividade e ao mesmo tempo de fugir da repetição diária”, conta Lima.

Mas por que música? “A música tem bastante a ver com lógica. E, como é uma empresa de tecnologia, as pessoas têm um raciocínio lógico bem apurado”, explica o professor Heitor Castro, da escola Mais que Música, responsável pelas aulas. Neste primeiro ano, 11 integrantes da Webradar participaram, entre engenheiros e cientistas de dados.

As aulas começaram com percepção e harmonia musical. Uma vez por semana, os funcionários da Webradar saíam da rotina para prestar atenção em acordes, ritmos e padrões melódicos. Com o tempo, o grupo percebeu que muitos ali já tinham noções musicais, e alguns até tocavam instrumentos. Foi então que surgiu a ideia de mudar um pouco o perfil do curso e transformá-lo em aulas para bandas.

O professor de música aproveitou o momento para colocar em prática um novo método de ensino que havia desenvolvido para cursos a distância, o principal produto de sua escola, que vende 2 mil DVDs por mês.

Pelo método, Castro leva para os alunos as bases de alguns instrumentos para uma música específica. Assim, é possível ensaiá-la sem problemas, mesmo que o grupo não tenha um baterista, por exemplo. “Eles foram a minhas cobaias. Eu já tinha o curso preparado, mas ainda não tinha testado”, conta Castro.

Sintonia

O curso deu certo, e a mudança trouxe mais resultados para a Webradar. “Melhorou muito a interação no grupo e a relação das pessoas. Alguns começaram a montar bandas e a se encontrar no fim de semana. Eles também relatam menos estresse no trabalho, e isso reflete em maior produtividade”, comemora o CEO da empresa, que ensaia como tecladista de um grupo formado no curso.

Segundo o professor de música, as aulas ajudam a colocar a equipe na mesma sintonia. “Quando você toca com um grupo, todos precisam estar coesos, trabalhando juntos. Isso cria uma intimidade, uma relação afetiva, e com certeza se reflete num trabalho melhor”, explica.

Além da melhora na produtividade e na interação do grupo, o CEO da Webradar conta que percebeu mais um ponto positivo trazido pelas aulas: a inovação. “É perceptível a inclinação da curva de novas ideias e produtos. Comparado com o ano anterior, há uma diferença significativa”, afirma Adriano Lima.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s