Franquias japonesas de lámen buscam franqueados no Brasil

As empresas Tentakaku e YS Foods estão na 25ª edição da ABF Expo Franchising, buscando brasileiros que queiram empreender com comida japonesa.

São Paulo – Quando se fala no mercado de franquias, geralmente os países que vêm à mente dos brasileiros são o próprio Brasil e também os Estados Unidos. Porém, todo bom empreendedor deve estar com os olhos abertos para identificar mercados não tão aparentes.

Um deles é o Japão: pode não parecer, mas o país representa um dos maiores mercados de franquias do mundo. São cerca de 260 mil lojas nesse formato presentes em solo nipônico, com um faturamento total de 240 bilhões de dólares. O mercado de franquias brasileiro faturou 139 bilhões de reais no ano passado, para efeitos de comparação.

As redes de franquias japonesas estão começando a olhar para o Brasil como um mercado potencial para sua expansão: afinal, a maior colônia japonesa fora do Japão está em São Paulo. 

Na 25ª edição da ABF Expo Franchising, que acontece em São Paulo até este sábado, uma missão de franquias japonesas marca presença. As redes apresentam-se no estande da Japan External Trade Organization (Jetro), um órgão do governo japonês que promove os investimentos e o comércio exterior do Japão com outros países. Os negócios também contam com o apoio da Japan Franchise Association (JFA), organização semelhante à Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Há negócios de diversos segmentos, mas dois chamam a atenção: as redes Tentakaku e YS Foods. Ambas apostam em um aspecto da cultura japonesa que caiu no gosto dos brasileiros nos últimos anos: a comida. Elas trabalham com o lámen, prato típico do Japão, feito de um macarrão tradicional com acompanhamentos, caldo e condimentos muito variados (veja as fotos acima).

Escolha pelo Brasil

Kiyoshi Kurihara, presidente da rede Tentakaku, conta que a empresa foi criada em 1992, na região de Toyama, no Japão. “Optamos pelo formato de franquia por ser mais fácil operar e administrar muitas lojas ao mesmo tempo”, diz o empreendedor. Hoje, são 14 unidades em operação, sendo sete delas no Japão.

A escolha por vir ao Brasil este ano tem a ver com nossos hábitos culinários. “Estamos participando dessa missão da Jetro para conhecer o mercado brasileiro principalmente pelo fato de aqui haver um público consumidor com familiaridade, afinidade e tendência de gostar da gastronomia japonesa.”

Já Michihiko Kameda, diretor de Operações Internacionais da YS Foods, conta que o negócio de lámen nasceu em 1970, com a fundação da loja Yamagoya Lamen. Em 1994, a loja foi incorporada pelo conglomerado YS Foods, que se expandiu justamente pelo modelo de franquias. Hoje, são 157 unidades (115 no Japão).

Agora, o grupo está em busca de negócios no Brasil. “Temos muito interesse no país, por ser um mercado em que o sistema de franquias se encontra em franca expansão e também por possuir um público consumidor com afinidade pela comida japonesa”, diz Kameda.

Perfil de franqueado

O franqueado dessas redes precisa ter raízes no Japão? As duas redes dizem que não é necessário ser descendente de japoneses nem nada parecido: basta ter garra e sinergia com a marca e seus valores.

Do lado do público-alvo, os dois negócios também afirmam que não segmentam sua atuação, por enquanto: consideram o lámen um prato acessível, que cai no gosto de diversos públicos. A YS Foods, porém, afirma que fará a “tropicalização dos ingredientes”, para que o sabor do lámen se adapte ao gosto dos brasileiros.

Franquias

As duas redes ainda não abriram unidades franqueadas no Brasil. Kurihara, da rede Tentakaku, diz que o plano é abrir a primeira loja no ano que vem. “Viemos para a feira da ABF estudar os ingredientes, conhecer o paladar do brasileiro e prospectar fornecedores locais.”

Já a YS Foods pretende começar a operar no país “assim que encontrar um parceiro com os mesmos ideais”, sem definir datas.
Nenhuma das duas redes fala ainda em valores de investimento inicial ou em prazo de retorno. A Tentakaku afirma que “os custos serão bastante acessíveis” e a YS Foods afirma que ainda está “estudando o mercado para definir valores.”

Missão Japonesa

Além da Tentakaku Inc. e da YS Foods, a missão japonesa na ABF Expo Franchising conta com a fabricante de utensílios de mesa Wasara e as consultorias de negócios M’s Planning e Franchise Research & Strategy Institute. 

Segundo a Jetro, a visita ao Brasil é uma retribuição à visita que a ABF fez ao Japão, em setembro de 2014, para discutir o aumento da presença das marcas brasileiras no Japão e vice-versa.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s