Mainstream Renewable Power ganha sete contratos no Chile para desenvolver usinas eólicas de um gigawatt no valor de US $1,65 bilhão

DUBLIN, 17 de agosto de 2016 /PRNewswire/ -- A Mainstream Renewable Power, uma empresa global de desenvolvimento de energia eólica e solar, ganhou hoje contratos da Comissão Nacional de Energia do Chile para construir e operar sete usinas de energia eólica de grande escala com uma capacidade combinada de 986 MW. Os projetos, concedidos por contratos de vinte anos, estão localizados no Chile e programados para fornecer energia limpa e de baixo custo para a rede a partir de 2021.

DUBLIN, 17 de agosto de 2016 /PRNewswire/ — A Mainstream Renewable Power, uma empresa global de desenvolvimento de energia eólica e solar, ganhou hoje contratos da Comissão Nacional de Energia do Chile para construir e operar sete usinas de energia eólica de grande escala com uma capacidade combinada de 986 MW. Os projetos, concedidos por contratos de vinte anos, estão localizados no Chile e programados para fornecer energia limpa e de baixo custo para a rede a partir de 2021.

(Logo: http://photos.prnewswire.com/prnh/20130606/618541)

A Mainstream foi uma das principais beneficiárias na que foi a maior licitação para energia e a mais competitiva da história do país. Oitenta e quatro empresas submeteram 85.000 horas gigawatts (GWh) de lances para acima de 12.000 GWh de energia disponível – aproximadamente sete vezes mais lances de energia do que poderiam ser concedidos. Este processo marca também a primeira vez que a Mainstream participou independentemente em um leilão de energia chileno e todos os projetos são 100% de propriedade da Mainstream.

Desde sua entrada no mercado chileno em 2009, a Mainstream desenvolveu o portfólio mais abrangente de projetos de energia eólica e solar entre seus pares no país, ampliando para acima de 2.000 megawatts em todo o Chile. Através de sua joint venture com a Actis (“Aela Energia”), a Mainstream conta também com 300 megawatts adicionais de projetos eólicos (que ganhou no leilão de 2015) devido ao início da construção no Chile no corrente ano para o fornecimento de energia em 2017 e assim como um parque eólico de 33 megawatts em operação desde 2014.

Comentando sobre a concessão, Eddie O’Connor, CEO da Mainstream, disse: “A vitória de hoje vem reforçar a posição de liderança da Mainstream como uma empresa independente de energia renovável em mercados de energia emergentes com alto nível de crescimento. Esperamos desenvolver os projetos com o mais alto padrão de qualidade para fornecer energia a preços competitivos para o sistema chileno a partir de 2021. Nos próximos meses eu me reunirei com os CEOs dos principais fabricantes de turbinas eólicas para discutir a próxima geração de turbinas necessárias para estes projetos”.

O’Connor continuou: “Desenvolvemos e ganhamos contratos para projetos no Mar do Norte, Chile, África do Sul, Egito, Senegal, Gana e EUA. Continuamos a encontrar maneiras inovadoras de financiar nossos projetos adicionando à nossa lista de projetos interessantes em mercados emergentes – exatamente como o financiamento recentemente anunciado de $117,5 milhões de capital para nossa plataforma africana, que incluiu investidores como a IFC e o Rockefeller Brothers Fund”.

Contato: Emmet Curley, +353-86-2411690

 

FONTE Mainstream Renewable Power

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s