8 dicas para ganhar mais milhas e viajar de graça

Confira como acumular mais pontos em programas de milhagem e aproveitar promoções

São Paulo – O fim do ano está quase aí e as milhas podem ser uma ótima alternativa para escapar dos preços altos das passagens aéreas e viajar sem gastar uma fortuna na alta temporada. Voar por pontos pode ser bem vantajoso se você souber as manhas para acumular mais e aproveitar as promoções.

EXAME.com consultou o editor do site Melhores Destinos, Leonardo Cassol, e os programas de milhagem da Azul, Latam, Gol e Avianca para elaborar as 10 dicas a seguir. Você verá que pode ganhar milhas com estratégias que vão além das tradicionais: voar e usar o cartão de crédito.

1. Comprar produtos de empresas parceiras

Ao fazer as compras do mês no supermercado, encher o tanque do carro ou comprar um celular novo, você pode acumular milhas. Cada programa de fidelidade tem as suas empresas parceiras e você pode ganhar pontos nas compras.

Para isso, é preciso acompanhar as promoções realizadas pelos programas de fidelidade em parceria com as varejistas e prestadoras de serviços. Elas são divulgadas nos sites, apps e redes sociais dos programas e duram poucos dias. Em alguns casos, chegam a 10 pontos por real consumido.

Portanto, fique ligado. Cada empresa parceira tem suas condições de pontuação e, para pontuar, basta fornecer o seu CPF no momento da compra e dizer que deseja acumular milhas no seu programa.

Veja as empresas parceiras do Smiles (da Gol), TudoAzul (da Azul), Amigo (da Avianca) e Multiplus (da Tam).

2. Acumular pontos em duas companhias, no máximo

É mais inteligente juntar muitas milhas em poucos programas de fidelidade do que poucas em vários. Escolha um ou dois programas mais vantajosos para você, que têm mais voos na sua região.

O site Melhores Destinos realizou um levantamento dos programas de fidelidade mais baratos para viajar, e apontou que, em geral, o TudoAzul é o mais vantajoso. No entanto, a quantidade de pontos necessária para cada trecho varia bastante conforme a companhia aérea e a data da viagem.

3. Escolher o cartão de crédito certo

O site Melhores Destinos tem uma lista atualizada de quais são os melhores cartões de crédito para ganhar milhas aéreas, considerando a quantidade de pontos recebida por compras, a taxa de anuidade e o prazo para os pontos expirarem, além de outros benefícios.

Esses itens variam muito de um cartão para o outro, inclusive dentro do mesmo banco. A melhor forma de pesquisar essas condições é pelas páginas dos cartões dentro dos sites dos bancos.

Um ponto por dólar é a quantidade mínima indicada para o cartão valer a pena. Em alguns casos, você pode ter o cartão sem ser correntista do banco.

É importante se organizar para usar o crédito e não se perder no orçamento, se não, a economia com as milhas vai por água abaixo. Veja sete erros comuns ao usar o cartão de crédito e como evitá-los. 

4. Aproveitar os bônus de transferências

É cada vez mais comum os programas de fidelidade realizarem promoções. Funciona assim: se você transferir uma quantidade mínima de pontos do cartão de crédito para o programa, na data estipulada, você ganha um bônus de entre 30% e 100%.

Vale a pena esperar as promoções para transferir seus pontos, pois geralmente eles têm prazo de validade de dois anos no cartão de crédito e no programa de milhagem. Se você transfere logo para o programa, perde o prazo do cartão.

A melhor forma de acompanhar as promoções de bônus é pelo app dos programas de milhagem ou pelas redes sociais. Você também pode assinar a newsletter de cada programa e receber por e-mail.

5. Fazer o cartão da companhia aérea pode ou não valer a pena

As companhias aéreas oferecem cartões de crédito próprios, que transferem os pontos automaticamente para o programa de milhagem. Eles oferecem alguns benefícios, como parcelar a passagem em até 10 vezes sem juros, receber descontos e ser o primeiro a entrar no avião.

Sua desvantagem, no entanto, é que os pontos vencem mais rápido, porque o usuário só ganha o prazo de validade do programa de milhagem, e não o do cartão de crédito também.

6. Pontuar em viagens com companhias parceiras

Voos internacionais permitem acumular pontos suficientes para fazer até duas viagens no Brasil. Por meio de alianças das companhias brasileiras com as estrangeiras, você pode ganhar milhas em programas de fidelidade nacionais.

Não se esqueça de pontuar as milhas ao comprar o bilhete pelo site ou ao fazer check in. Se não, depois o processo pode ser burocrático.

7. Reservar hotéis em plataformas parceiras

Alguns programas têm parcerias com plataformas online de reserva de hotéis. Para cada diária reservada, você pode acumular milhas.

8. Comprar ou transferir milhas de outras pessoas

Você pode comprar milhas ou transferir pontos entre contas de um mesmo programa de fidelidade e, assim, completar o seu saldo ou o de outra pessoa para fazer uma viagem.

Alguns programas ainda permitem que você reative milhas antigas, se pagar por isso. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s