As ações mais promissoras para 2016

Ambev e Itaú lideram a lista de recomendações feita por 11 corretoras para o ano

São Paulo – As ações do Itaú (ITUB4) e da Ambev (ABEV3) são as campeãs de recomendações para 2016. Esses foram os papéis mais sugeridos pelas 11 corretoras que enviaram a EXAME.com suas carteiras recomendadas de ações com as indicações das empresas mais promissoras para o ano que vem.

Tanto os papéis do banco como os da fabricante de bebidas foram indicados por sete das 11 corretoras. 

Das 34 ações recomendadas, 12 tiveram ao menos três indicações, sendo que quatro pertencem ao setor financeiro (Cetip, Cielo, Itaú e BB Seguridade) e quatro são exportadoras (Ambev, BRF, Suzano e Embraer).

Uma das justificativas para a recomendação de empresas do setor financeiro é que o setor tende a ser mais protegido contra oscilações do cenário econômico, segundo analistas. Já as empresas exportadoras se beneficiam da forte valorização do dólar ante o real. 

Cenário e justificativas

Para os analistas da Guide, o cenário econômico brasileiro continuará negativo em 2016, com atividade econômica baixa, inflação acima da meta definida pelo Banco Central e dólar mais forte ante o real.

Diante desse cenário, as ações mais indicadas para o ano que vem são, de maneira geral, resistentes ao cenário econômico recessivo, possuem uma fatia de negócios em outros países, oferecem proteção contra a inflação ou têm capacidade de elevar seus preços sem redução na demanda. Além disso, são empresas com gestão eficiente e e forte capacidade para gerar caixa e valor aos acionistas.

A expectativa é que o mercado de ações registre grande volatilidade no primeiro semestre, com investidores atentos à crise política no país. A partir do segundo semestre, a bolsa pode então começar a apresentar uma tendência de alta, ainda que tímida, caso o mercado entenda que a economia terá uma melhora a partir de 2017. 

Veja a seguir as ações mais indicadas para o ano que vem e as justificativas das corretoras para a compra dos papéis: 

Itaú (ITUB4): 7 recomendações

Recomendaram: Ativa, Elite, Geração Futuro, Rico, Socopa, Wintrade e XP Investimentos.

Os analistas da Ativa recomendam os papéis do banco pela sua forte presença em mercados fora do Brasil e pela política de concessão de crédito conservadora.

Apesar do quadro recessivo, os analistas da Socopa destacam que o banco segue entregando resultados positivos após reajustar taxas de empréstimos e aumentar a sua receita com serviços. 

As corretoras também afirmam que o Itaú possui uma carteira de crédito de baixo risco e está melhor posicionado do que os bancos concorrentes para enfrentar o atual momento de aumento da inadimplência.

Ambev (ABEV3): 7 recomendações

Recomendaram: Coinvalores, Guide, Magliano, Rico, Socopa, Wintrade e XP Investimentos. 

Para os analistas da Guide, a característica defensiva da fabricante de bebidas, que registra forte geração de caixa, é uma das justificativas para a indicação do papel. Além disso, eventos como os jogos olímpicos tendem a impulsionar o volume de vendas da empresa em 2016. 

A Coinvalores destaca ainda que a grande escala de produção e a liderança da empresa em seu mercado de atuação também permitem que a Ambev tenha maior flexibilidade na gestão de custos em um momento de alta da inflação.

Apesar da queda no volume de vendas, a empresa aumentou a representatividade de bebidas premium no seu portfólio, o que amplia a sua margem financeira e ameniza os efeitos dessas perdas. Além disso, a companhia continua crescendo em operações na América Central e no Caribe. 

Cielo (CIEL3): 6 recomendações

Recomendaram: Geração Futuro, Guide, Lerosa, Magliano, Socopa e XP Investimentos.

A corretora Socopa enxerga que a Cielo tem um alto potencial de valorização porque a queda no volume de operações com cartões de crédito e débito será compensada pela política de aumento de preços da empresa, considerada adequada, além de seu bom controle de custos.

Já os analistas da Guide destacam que a Cielo tende a continuar apresentando rentabilidade elevada por ser líder no mercado de meio de pagamentos. 

BRF (BRFS3): 5 recomendações

Recomendaram: Elite, Geração Futuro, Magliano, Rico e Wintrade. 

Para os analistas da Lerosa, a BRF deve continuar a ser beneficiada pelas operações internacionais e pela produção de sua fábrica em Abu Dhabi. Como resultado, deve registrar estabilização ou ganho de margem financeira ao longo do ano que vem.

Na avaliação dos analistas da Geração Futuro, as margens fracas da fabricante de carnes no Brasil devem se reverter nos próximos dois ou três trimestres, período em que a companhia irá concluir o reposicionamento da marca Perdigão no mercado.

O relatório da corretora também destaca a capacidade de repasse de preços da empresa e a ampla fatia de mercado da Sadia na maioria das categorias em que está inserida.

Ultrapar (UGPA3): 4 recomendações

Recomendaram: Coinvalores, Geração Futuro, Guide e Magliano 

Os analistas da Guide justificam a recomendação dos papéis da Ultrapar, que controla empresas como a rede Ipiranga e a Ultragaz, por sua receita diversificada, posição de liderança em determinados mercados, alto grau de inovação, longo histórico de entrega de resultados e potencial de crescimento no segmento farmacêutico após a aquisição da Extrafarma.

Apesar da queda da demanda por combustíveis no Brasil, os analistas da Coinvalores acreditam que as vendas de combustíveis na rede Ipiranga devem crescer por causa da forte expansão da frota de veículos leves no país nos últimos anos e pela abertura de novos postos nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. 

Raia Drogasil (RADL3): 4 recomendações

Recomendaram: Ativa, Geração Futuro, Magliano e Wintrade.

Os analistas da Wintrade consideram ótimo o plano de investimento e ampliação da rede de lojas da rede de farmácias para 2016.

Essa expansão, aliada ao fato de a Raia Drogasil estar inserida em um mercado mais protegido contra um cenário recessivo, deve fazer com que a companhia continue registrando forte crescimento e consolide sua posição como líder no setor, na opinião dos analistas da Geração Futuro.

Suzano (SUZB5): 3 recomendações

Recomendaram: Ativa, Coinvalores e Magliano

A Suzano deve continuar a se beneficiar pelas iniciativas que implantou com o objetivo de reduzir custos e despesas, na opinião dos analistas da Lerosa. Além disso, a empresa do setor de papel e celulose tem potencial para crescer após anunciar sua entrada no segmento de lenços de papel, papéis-toalha, guardanapos e papéis higiênicos.

A Coinvalores destaca ainda o forte investimento anunciado pela Suzano nos próximos anos. Mesmo com as vendas de papel em queda no Brasil, os reajustes superiores a 20% nos preços de venda de diversas linhas de papéis que devem ser executados pela empresa a partir de fevereiro devem compensar essas perdas. 

Valid (VLID3): 3 recomendações

Recomendaram: Ativa, Coinvalores e Geração Futuro

Os analistas da Coinvalores veem bom potencial de crescimento da empresa de meios de pagamento, telecomunicações e tecnologia de segurança em todos os seus segmentos no mercado externo, que apresenta perspectivas mais favoráveis do que o nacional, especialmente nos Estados Unidos.

No mercado doméstico, apesar de o segmento de meios de pagamento ter se retraído, a Valid vem aumentando a participação de cartões com chip, que têm maior valor agregado, em seu mix de produtos e, como consequência, tem compensando essas perdas.

Além disso, uma aquisição recente da empresa no exterior a posiciona em mercados importantes, como a Ásia.

Cetip (CTIP3): 3 recomendações

Recomendaram: Coinvalores, Geração Futuro e Magliano

A Coinvalores recomenda as ações da Cetip por conta dos fortes dividendos distribuídos trimestralmente pela empresa aos seus acionistas em um cenário de recessão econômica e alta volatilidade do mercado. Além disso, as operações de renda fixa da plataforma mantêm demanda estável por parte dos bancos mesmo diante da queda na demanda por crédito.

BB Seguridade (BBSE3): 3 recomendações

Recomendaram: Geração Futuro, Socopa e XP Investimentos

Os analistas da Socopa acreditam que, embora o cenário macroeconômico imponha maiores desafios à seguradora, seus resultados devem ser sustentados por aplicações com juros elevados, além de uma maior adesão aos seus serviços pelos clientes do Banco do Brasil. 

A BB Seguridade também é indicada porque os seguros ainda têm baixa penetração entre os brasileiros, na comparação com outros países, o que sugere que o setor tem ainda bastante espaço para crescer no país.

Pão de Açúcar (PCAR4): 3 recomendações

Recomendaram: Geração Futuro, Rico e Socopa

Na visão dos analistas da Socopa, mesmo diante do cenário econômico desafiador, o Pão de Açúcar é uma boa opção de investimento para 2016 porque reúne diferenciais competitivos, como dívida baixa e forte geração de caixa.

Embraer (EMBR3): 3 recomendações

Recomendaram: Guide, Lerosa e Wintrade

Na visão dos analistas da Guide, a recuperação mais forte do mercado norte-americano, considerado o maior mercado de aviação do mundo, aumenta a demanda por viagens aéreas, principalmente por voos regionais, e beneficia a fabricante de aviões.

O fato de a empresa ser líder em um mercado com elevadas barreiras de entrada também protege o negócio, assim como os preços baixos dos combustíveis no mercado internacional. Como os combustíveis são considerados o principal custo das companhias aéreas, o preço do óleo mais baixo deve manter os preços das passagens aéreas em níveis historicamente baixos, estimulando a demanda por viagens e, como consequência, as encomendas de novos aviões.

Ações que receberam duas recomendações

– Klabin (Guide e Lerosa)

– Lojas Renner (Elite e XP Investimentos)

– Hypermarcas (Guide e Wintrade)

– Weg (Coinvalores e Magliano)

– Kroton (Socopa e XP Investimentos)

– Bradesco (Guide e Rico)

Outras ações que também foram recomendadas para 2016

– Telefônica (Coinvalores)

– CPFL (Coinvalores)

– AES Tietê (Coinvalores)

– Multiplan (Elite)

– Localiza (Elite)

– Sulamérica (Ativa)

– Tupy (Geração Futuro)

– Gerdau (Rico)

– BR Malls (Guide)

– Marcopolo (Guide)

– São Martinho (Guide)

– Minerva (Lerosa)

– Porto Seguro (Magliano)

– Ecorodovias (Socopa)

– Natura (Wintrade)

– Equatorial (Ativa)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s