Como o governo Temer pode afetar o seu bolso

Afinal, o desemprego, os preços dos produtos e os juros dos financiamentos vão cair? Onde é melhor investir agora? Especialistas respondem

São Paulo – A saga do impeachment chegou ao fim, mas a nuvem de incertezas permanece. Como as medidas do governo de Michel Temer vão afetar a economia do país e, consequentemente, o seu bolso?

Em seu primeiro pronunciamento no rádio e na TV como presidente, na última quarta-feira (31), Temer prometeu “resgatar a força da nossa economia e recolocar o Brasil nos trilhos”, mas, para isso, precisará aprovar suas medidas no Congresso e reconquistar a confiança do mercado.

Afinal, o desemprego, os preços dos produtos e os juros dos financiamentos vão cair? Onde é melhor investir agora? Especialistas explicam a seguir, ponto a ponto, como você pode ganhar ou perder dinheiro com os novos rumos do país.

Emprego

Temer assumiu o país com quase 12 milhões de desempregados e, em seu primeiro pronunciamento oficial, disse que a geração de empregos será um dos alicerces do seu governo. No entanto, essa recuperação do nível de ocupação será lenta e dependerá da retomada de confiança.

Se Temer conseguir aprovar suas medidas de ajuste da economia no Congresso e elas agradarem o mercado, a retomada de confiança dos empresários deve conter as demissões. Mesmo em um cenário otimista, o desemprego só deve cair a partir do segundo semestre do ano que vem, segundo Alexandre Espírito Santo, professor de finanças do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais do Rio de Janeiro (Ibmec-RJ) e economista da Órama.

“Mas antes de melhorar, o desemprego ainda vai piorar, e deve atingir 14 milhões de pessoas”, prevê o economista. Se os projetos de Temer não forem aprovados pelo Congresso ou não convencerem o mercado, o desemprego pode continuar em alta.

Ontem, em seu pronunciamento, Temer destacou alguns dos seus principais projetos para fazer a economia voltar a crescer: aprovar no Congresso a proposta de limitar os gastos públicos e reformar a previdência social e a legislação trabalhista.

Com a flexibilização nas leis trabalhistas, poderia ser mais barato para as empresas ter funcionários, e isso poderia reduzir as demissões. No entanto, com explica Espírito Santo, trabalhadores poderiam perder benefícios que hoje são garantidos.

Preços

No último Boletim Focus do Banco Central, os economistas do mercado financeiro elevaram as previsões para a inflação, tanto em 2016 quanto em 2017. Isso significa que o aumento generalizado dos preços dos produtos deve ser maior do que o que se esperava antes. Mesmo assim, a tendência é que a inflação seja mais baixa em 2017 do que em 2016.

“Acho difícil haver uma queda brusca de preços este ano”, avalia Ricardo Rocha, professor de finanças do Insper. No ano que vem, no entanto, a tendência é que a inflação volte a cair, com o ajuste da economia e sem problemas climáticos tão graves, que colocaram os preços dos alimentos lá em cima este ano.

Juros

Ontem, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu manter, mais uma vez, a taxa básica de juros (Selic) em 14,25% ao ano, um nível bastante alto. Para que os juros começem a cair, a inflação também precisará ceder com mais velocidade e as medidas de ajuste fiscal precisarão ser aprovadas.

Assim, há perspectiva de queda de juros, mas ainda não se sabe quando. Talvez, seja só no ano que vem, segundo especialistas. Quando os juros caírem, ficará mais barato tomar empréstimos. Por outro lado, a rentabilidade dos investimentos de renda fixa, atrelada aos juros, deve ser menor.

Investimentos

Mesmo com perspectiva de queda de juros, investir em renda fixa (títulos públicos através do Tesouro Direto ou títulos privados, como CDBs) vai continuar sendo uma boa alternativa para quem quer unir segurança e boas rentabilidades, mesmo com a Selic mais baixa.Conheça mais investimentos de renda fixa para bater a pupança.  

“Nao vemos uma redução brusca de juros. Nossa taxa ainda é muito ata em comparação com outras economias”, explica Mauro Mattes, gerente de investimentos da Concórdia Corretora.

Ámerson Magalhães, diretor da Easynvest, concorda. “Em um primeiro momento, é bom não mexer em nada dos seus investimentos”, orienta. O máximo que você pode fazer é investir ainda mais em renda fixa, agora, para aproveitar enquanto os juros ainda estão altos.

Já em relação aos investimentos de renda variável, como o mercado de ações, por exemplo, se você ainda não é um investidor, é melhor esperar para aplicar. “Para que haja uma nova valorização na Bolsa, é preciso ter certeza que o ajuste fiscal vai acontecer. Por enquanto, ainda existe o risco do governo não conseguir colocar seu plano em prática”, explica Magalhães.

Dólar

Em seu primeiro pronunciamento como presidente, Temer disse que a missão de seu governo é mostrar a empresários e investidores de todo o mundo a disposição do Brasil para proporcionar bons negócios.

Se ele conseguir, o dólar pode cair com o maior otimismo em relação à economia, já que o real tende a se valorizar com a entrada maior de moeda estrangeira no país. Mas se as medidas econômicas de Temer decepcionarem, o dólar pode subir.

Aposentadoria

A reforma da previdência é uma das principais medidas previstas para a gestão Temer. A reforma deve incluir uma idade mínima para se aposentar. Essa é uma medida que, apesar de necessária para as contas do governo, vai mexer bastante com o bolso dos brasileiros, segundo especialistas.

Você poderá ser obrigado a se aposentar mais tarde e os benefícios podem se menores, se forem desvinculados do salário mínimo. Por isso, é muito importante não contar só com o dinheiro do INSS para a sua aposentadoria.

Segundo economistas, a mudança será feita de forma gradual, para que pessoas com maior tempo de contribuição não tenham que postergar seus planos de se aposentar. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s