FGTS já pode ser usado como garantia do crédito consignado

Medida provisória permite que 10% do valor do fundo mais a multa rescisória sejam usados como garantia de pagamento do empréstimo consignado

São Paulo – A partir desta quarta-feira (30) trabalhadores privados com registro em carteira que tenham empréstimos consignados (com desconto em folha de pagamento) e forem demitidos sem justa causa poderão utilizar 10% do saldo de sua conta vinculada ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o valor total da multa rescisória, equivalente a 40% do valor total de recursos no fundo, para quitar a dívida.

É o que aponta a Medida Provisória número 719 de 29 de março deste ano, sancionada pela presidente Dilma Rousseff e publicada nesta quarta-feira (30) no Diário Oficial da União.

Com a medida, o Conselho Curador do FGTS poderá agora definir o número máximo de parcelas do empréstimo e a taxa de juros mensal máxima que poderá ser cobrada pelos bancos nessas operações.

A expectativa é que, como os bancos terão uma garantia maior de que os empréstimos serão pagos, poderão reduzir os juros cobrados dos trabalhadores.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s