Nubank vai cobrar anuidade em programa de fidelidade

Startup pretende cobrar um valor menor do que 200 reais aos clientes, abaixo da média dos cartões Gold e Platinum. Adesão não será obrigatória

São Paulo – Após cerca de um ano desenvolvendo o programa de fidelidade de seu popular cartão roxo, a Nubank iniciou nesta segunda-feira (12) a fase de testes do benefício para 1.500 clientes que têm smartphone com sistema operacional Android.

O programa permitirá acumular pontos em compras e trocá-los por passagens aéreas, diárias em hotéis, viagens de carro feitas pelo aplicativo Uber e pagamento de mensalidades dos serviços de transmissão online de vídeos Netflix e de músicas Spotify. A startup ainda não divulga qual será a taxa de conversão do valor de compras para pontos no programa de recompensas. 

Cristina Junqueira, diretora e co-fundadora do Nubank, diz que a startup irá cobrar anuidade para quem utilizar o programa de recompensas, cujo valor ainda não foi definido, pois dependerá dos resultados da fase de testes. Esse processo deve ser encerrado no mês que vem, após a abertura dos testes para mais 1.500 clientes que têm smartphones com sistema iOs.

Mas Cristina adianta que a Nubank pretende cobrar uma taxa menor do que 200 reais para quem desejar utilizar o programa de fidelidade, mais acessível do que a média oferecida pelos bancos em cartões Gold e Platinum, segundo a executiva. “Atualmente os cartões Gold cobram anuidades que variam, em média, entre 200 reais e 300 reais, enquanto nos cartões Platinum os valores variam entre 300 reais e 450 reais”. A taxa seria semelhante às que hoje são cobradas em cartões internacionais.

A startup está enviando para os clientes escolhidos um convite para saber se eles desejam aderir ao programa. Segundo Cristina, a startup irá cobrar diferentes taxas a clientes nesse período de testes para posteriormente definir um valor único para todos os usuários. 

A adesão ao programa de fidelidade não será obrigatória, ou seja, quem preferir não utilizar o programa de recompensas continuará a ter o cartão sem anuidade. Todos os clientes poderão utilizar o programa de fidelidade gratuitamente durante um mês, e o pagamento da anuidade poderá ser parcelado em 12 vezes.

Diferenciais

Seguindo o conceito de transparência da marca, o acúmulo de pontos no programa de fidelidade da Nubank poderá ser visualizado em tempo real na tela inicial do aplicativo do cartão, conta Cristina. “O cliente já poderá ver que os pontos aumentaram assim que receber a notificação de cada compra pelo aplicativo. O processamento da pontuação nos bancos é mais burocrático. Conseguimos desenvolver um processo mais simples e rápido”.

O monitoramento em tempo real do acúmulo de pontos também será possível porque o acúmulo de pontos no programa será contabilizado em reais, e não em dólar. A moeda americana é utilizada para a conversão de pontos pelos bancos. Por conta disso, os clientes precisam aguardar o fechamento da taxa de câmbio ao final de cada mês e, consequentemente, o fechamento de cada fatura, para saber quantos pontos foram acumulados no período.

Além do Uber, Spotify e Netflix, os pontos poderão ser utilizados em qualquer companhia aérea e rede de hotéis: bastará que o cliente realize a compra no cartão e aponte no aplicativo que deseja utilizar os pontos. A startup irá abater a despesa da próxima fatura do cartão.

Cristina diz que por conta dessa flexibilidade de escolha de empresas será mais fácil utilizar os pontos acumulados no cartão em tarifas promocionais, por exemplo. “Hoje, em muitos programas de fidelidade a utilização de pontos nos parceiros é limitada”.

A executiva aponta que os parceiros do programa de recompensas do cartão poderão ser ampliados no futuro, mas que a startup está satisfeita com a quantidade por enquanto. “Geralmente os programas de fidelidade têm milhares de parceiros, mas o usuário tem dificuldade para encontrar o que quer. Preferimos focar no que o nosso público gosta”.

Os pontos no programa de fidelidade da Nubank não irão expirar. “Queremos oferecer algo diferente ao mercado, sem conflito de interesses. Não queremos ficar torcendo para que o cliente não use os pontos no prazo, mas, sim, incentivá-los a usar o benefício”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s