Onde investir de R$ 200 a R$ 300 por mês sem correr riscos?

Especialistas mostram quais são as melhores opções de investimento de baixo risco para quem não tem muito dinheiro para aplicar

Dúvida do internauta: Gostaria de saber se existem opções de investimentos de baixo risco para investidores que possuem pouco dinheiro para aplicar, como 200 ou 300 reais. Caso haja, quais opções seriam essas? Sou advogada, recém-formada, possuo uma renda fixa de 1.500 reais, e alguns extras à medida que as causas vão surgindo. Comecei recentemente a preocupar com minha vida financeira, pois tenho a intenção de começar a fazer investimentos, mas as despesas que possuo ainda não me deixaram.

Resposta de Samy Dana e Alex Del Giglio*:

Primeiramente, parabéns pela intenção de começar a poupar e investir.

Atualmente, existem algumas opções de investimento para pequenos aportes. No entanto, elas tendem a oferecer retornos pouco atraentes. É o caso, por exemplo, da tradicional caderneta de poupança, do Certificado de Depósito Bancário (CDB) e dos fundos que aceitam valores baixos de investimento.

Para obter retornos mais interessantes com baixo grau de risco, a melhor opção, hoje, é o Tesouro Direto. O Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional, desenvolvido em parceria com a BM&FBovespa, para venda de títulos públicos federais para pessoas físicas, por meio da internet.

Ao comprar um título público, por meio do Tesouro Direto, você empresta dinheiro para o governo em troca de uma remuneração que pode ser pós-fixada ou prefixada.

Na atual conjectura de instabilidade econômica, recomendamos a aplicação no Tesouro Selic, título pós-fixado que paga ao investidor a variação da taxa Selic durante o período do investimento. Diferentemente das outras opções de títulos, o Tesouro Selic não apresenta riscos de perdas, caso seja vendido antes do vencimento (entenda por que alguns títulos do Tesouro podem gerar prejuízos).

Existe, inclusive, a opção de programar o investimento para que as compras dos títulos sejam feitas mensalmente de forma automática.

A principal precaução que o investidor deve ter é com relação à cobrança de taxas de administração pelas corretoras e bancos autorizados a negociar esses títulos. Enquanto algumas instituições financeiras isentam o investidor do pagamento dessa taxa, outras chegam a cobrar até 2% ao ano, o que compromete os ganhos (veja a lista das taxas cobradas por instituição).

Bons investimentos!

Veja o passo a passo para começar a investir no Tesouro Direto.

(*) Samy Dana é Ph.D. em Business, professor da FGV e coordenador do Núcleo de Cultura e Criatividade GV Cult. É consultor de empresas nacionais e internacionais dos setores real e financeiro e de órgãos governamentais, além de autor de livros de finanças pessoais. Alex Del Giglio é economista pela Univerisidade de São Paulo (USP), com extensão em finanças pela ESC Bordeaux e mestrado em Administração pela FGV. Responsável pela área educacional da Prime Finance Investimentos AAI Ltda., com sede em Manaus.

Envie suas dúvidas sobre planejamento financeiro e investimentos para seudinheiro_exame@abril.com.br.

Veja no vídeo a seguire por que o momento é ótimo para ganhar dinheiro sem riscos?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s