Posso usar o FGTS para reformar minha casa?

Especialista Marcelo Prata tira dúvida de leitora sobre o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Envie você também a sua pergunta

Pergunta da leitora: Comprei um imóvel que precisa de reforma. Não utilizei o FGTS nesta compra porque já tinha outra residência quitada em meu nome na mesma cidade. A ideia é alugar o lugar em que estou morando e me mudar para a nova casa, após reformada.

Mas, na crise, fiquei sem recursos para a reforma e sobrou dinheiro apenas para manter em dia o pagamento do financiamento do novo imóvel. Neste caso, eu conseguiria sacar o FGTS agora para utilizar na reforma?

Resposta de Marcelo Prata*:

Não é possível a utilização do FGTS para a reforma do imóvel, apenas para como compra à vista, como parte de pagamento e para quitação ou amortização do financiamento imobiliário. Como você mencionou que já tem um imóvel na mesma cidade, então não conseguirá realmente utilizar o FGTS nessas condições.

No entanto, uma alternativa pode ser uma linha de crédito onde você utilize o imóvel quitado como garantia do empréstimo. Apesar de ainda pouco conhecida, essa modalidade chamada de Empréstimo com Garantia do Imóvel ou, no mercado financeiro, como home-equity é uma forma de levantar recursos com taxas de juros abaixo do mercado.

É possível ter uma visão mais clara disso quando comparamos o empréstimo com garantia de imóvel com outras linhas de crédito mais tradicionais, como o crédito pessoal (onde não há garantias) e as linhas de crédito consignado, onde o desconto das prestações é realizada diretamente na folha de pagamento.

Veja um exemplo abaixo onde comparo essa modalidade com as demais disponibilizadas pelos maiores bancos:

//e.infogr.am/js/embed.js?9X1

Quando se pensa numa reforma é importante que o valor a ser emprestado tenha uma margem de segurança de, pelo menos, 30% do valor estimado da obra, incluindo material e mão de obra.

Isso é fundamental em função de poderem aparecer imprevistos como a troca de tubulações, fiação ou outro custo adicional que não estava previsto inicialmente.

Por este motivo o empréstimo com garantia do imóvel pode ser uma boa opção, pois você pode emprestar o equivalente até 60% do valor do imóvel e pagar, em média, até 10 anos, ou seja, consegue levantar mais capital com um prazo mais longo para pagamento.

*Marcelo Prata é especialista em crédito imobiliário e fundador dos sites Canal do Crédito e Resale.com.br

Envie suas dúvidas sobre dívidas, empréstimos e financiamentos para seudinheiro_exame@abril.com.br.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s