Quem são os investidores que estão animados com a bolsa

Pesquisa da corretora Rico mostra o perfil dos investidores que resolveram começar a investir na bolsa neste ano, no auge da crise

São Paulo – O Ibovespa, principal termômetro da bolsa brasileira, já acumula uma queda de 6,83% em 2015 (até o fechamento do dia 21/09), mas a maré baixa da Bovespa não tem abalado o apetite de todos os investidores.

Para mostrar o perfil da parcela de investidores que tem enxergado oportunidades na bolsa, mesmo com a crise a todo vapor, a Rico, segunda maior corretora independente do país, com 120 mil clientes pessoas físicas, realizou uma pesquisa com 3 mil pessoas que abriram conta na corretora neste ano com o objetivo de investir na bolsa.

De acordo com o levantamento, 89% dos investidores são homens e metade deles tem entre 25 e 35 anos de idade. 

O tíquete médio de investimento é de 5 mil reais e 44% têm renda mensal entre três e dez salários mínimos.

Monica Saccarelli, sócia-diretora da Rico, afirma que são investidores que estão começando a ter uma folga no orçamento e querem aprender sobre a dinâmica do mercado de ações.

Ela acrescenta que, apesar do cenário de crise, os entrevistados acreditam que existem oportunidades na Bovespa e buscam diversificar suas aplicações para ter retornos consistentes no longo prazo.

A pesquisa mostra ainda que, além de investir na bolsa, 84% dos entrevistados aplicam também em LCI, LCA ou CDB; 26% têm títulos públicos, negociados pela plataforma online Tesouro Direto; e 2% investem em fundos. 

A maioria dos investidores mora na região Sudeste do país, sendo que 35% estão no estado de São Paulo, 13% no Rio de Janeiro e 9% em Minas Gerais. Outro estado que aparece em destaque é o Paraná, onde vivem 7% dos clientes entrevistados. 

Ainda que a Rico tenha recebido 3 mil novos investidores interessados na bolsa neste ano, dados da BM&FBovespa mostram que o número de CPFs cadastrados na Bovespa foi reduzido em 8 mil de dezembro do ano passado até agosto de 2015.

Os perfis dos investidores da Rico e da bolsa no geral também não coincidem: na Bovespa, 75% dos investidores são homens, ante 89% dos novos clientes da Rico; e enquanto na bolsa mais de 65% das pessoas físicas têm mais de 55 anos, entre os novos clientes da Rico, as faixas etárias mais baixas predominam.

Conheça a história do garoto de apenas dez anos que já investe na bolsa como gente grande.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s