Você vai se derreter por estas crianças falando de dinheiro

Neste Dia das Crianças, o app GuiaBolso resolveu consulta-las para saber, através do olhar delas, o que sabem sobre dinheiro

São Paulo – Neste Dia das Crianças, o aplicativo de finanças pessoais GuiaBolso resolveu consulta-las para saber, através do olhar delas, o que sabem sobre dinheiro.

Mesmo sem entender com certeza de onde o dinheiro vem e por que ele existe, todas as crianças preferem poupar para ter planos maiores no futuro, como a compra de um brinquedo mais caro.

Esta pode ser uma boa oportunidade para os pais começarem a dar noções sobre o dinheiro aos pequenos. A mesada, por exemplo, é uma opção para introduzir a educação financeira.

Veja o vídeo com o depoimento dos pequenos abaixo:

Quando e como ensinar a educação financeira?

Segundo especialistas, não existe uma fórmula mágica para introduzir a educação financeira na vida das crianças. A idade mais indicada para que os pequenos recebam suas primeiras lições sobre o tema é a partir dos seis anos, quando geralmente eles estão começando a se alfabetizar.

O principal erro dos pais é tentar trazer a criança para a realidade adulta na hora de falar sobre dinheiro. Nunca faça isso, enfatiza o educador financeiro Álvaro Modernell, sócio da Mais Ativos. Há uma tendência de querer tratar as crianças como miniadultos na hora de falar com elas sobre dinheiro, o que está errado, diz.

Não adianta querer abordar o assunto quando chega uma conta de luz ou na hora de pagar a conta do restaurante. É a própria criança que vai determinar o timing em que a educação financeira deverá ser abordada. Por exemplo, quando ela pedir para comprar um brinquedo ou um lanche em um momento inadequado.

EXAME.com conversou com consultores e listou três estratégias campeãs para você ensinar seus filhos a lidar com dinheiro desde cedo, sem prejudicar a infância deles e ajudando-os a se tornar adultos financeiramente conscientes. Confira aqui quais são essas estratégias.

Este mês, a Serasa também lançou uma ferramenta que pode auxiliar os pais quando o assunto é a educação financeira dos filhos. É o game SuperValores, um jogo de cartas que pode ser baixado gratuitamente e mostra a diferença entre valores e preços, com temas próximos do cotidiano das crianças entre sete e dez anos.  

A Serasa também lançou o site Valores, Dinheiro e Eu, um portal interativo de educação financeira para crianças de 6 a 12 anos. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s