11 maneiras de o clima influenciar o comportamento e a saúde

A temperatura e as condições ao ar livre exercem efeito direto sobre como nos sentimos física e mentalmente, revela um conjunto crescente de pesquisas

Se você é ser humano e habita este planeta, é provável que já tenha formado opiniões sobre o tempo. Mas o modo como as condições no tempo nos afetam podem ser mais profundas.

A temperatura e as condições ao ar livre exercem efeito direto sobre como nos sentimos física e mentalmente, revela um conjunto crescente de pesquisas.

À medida que padrões climáticos de calor muito forte vão ficando mais frequentes — a realidade das mudanças climáticas —, nosso bem-estar pode sentir os efeitos disso.

Se você observar alguma mudança mental ou física que acompanha as flutuações do tempo, saiba que não está imaginando coisas. Veja abaixo como a temperatura lá fora pode influir sobre seu bem-estar e seu comportamento geral.

1. O tempo mais frio nos ajuda a dormir melhor.

Os sonhos agradáveis acontecem quando dormimos em ambientes friozinhos. Para Natalie Dautovich, ambientalista da Fundação Nacional do Sono, a temperatura ideal para se dormir é entre 15 e 20 graus Celsius.

Quando a temperatura do corpo abaixa, nosso cérebro se prepara para dormir.
Inversamente, o clima mais quente e úmido pode dificultar o sono tranquilo. Tempestades fortes também podem prejudicar a qualidade do sono, devido ao barulho e às luzes.

2. Condições climáticas extremas podem provocar problemas psicológicos.

Tomem nota disso, habitantes da Flórida ou de Oklahoma. Pessoas que vivem em áreas com eventos climáticos intensos, como furacões ou tornados, correm risco maior de passar por sofrimento mental. Uma tempestade é estressante enquanto está acontecendo, mas o “dia seguinte” também pode exercer impacto psicológico duradouro.

Na verdade, pesquisadores traçam uma ligação direta entre mudanças climáticas e problemas de saúde mental: 200 milhões de americanos podem ser expostos a problemas psicológicos maiores, como ansiedade maior ou abuso de drogas ou álcool, em decorrência de problemas climáticos, revelou um estudo da National Wildlife Federation.

3. A chuva pode agravar alergias.

A chegada da primavera leva muitas pessoas a apresentar coriza. Se você costuma sofrer alergias sazonais nesta época do ano, saiba que elas geralmente se agravam com a chuva. Sabe-se que a chuva leva o pólen embora, mas primeiro as tempestades detonam as partículas de pólen e espalham os alérgenos ainda mais, antes de purificar o ambiente, disse ao The Weather Channel o alergologista Warner Carr.

4. Dias ensolarados estão ligados a humor melhor.

Embora não seja um impacto muito forte, o bom tempo pode gerar um impacto psicológico positivo. Um estudo da Universidade do Michigan constatou que as pessoas que passam pelo menos meia hora ao ar livre quando o tempo está bom (por exemplo, indo ao parque no primeiro dia ameno da primavera) têm ânimo mais alegre.

5. O inverno pode afetar nossa saúde mental.

O transtorno afetivo sazonal, um problema de saúde mental ligado à depressão, ocorre com mais frequência durante o inverno, quando os dias são mais curtos e escuros. Aproximadamente 10 milhões de pessoas sofrem dessa condição todos os anos.

“No caso das pessoas que seguem um padrão regular de ficar tristes e ansiosas todos os anos de modo cíclico, elas precisam em primeiro lugar consultar um profissional para ter um diagnóstico completo”, disse anteriormente ao HuffPost a professora de psiquiatria Michelle Riba, diretora adjunta do Centro de Depressão da Universidade do Michigan.

“A depressão subjacente precisa ser tratada.”

6. O calor intenso pode gerar riscos à saúde.

Cuidado com os dias mais quentes do verão. A temperatura muito alta aumenta o risco de problemas de saúde ligados ao calor. A desidratação e a insolação podem influir sobre o comportamento da pessoa e, se forem graves, têm o potencial de causar lesões cerebrais, disse ao HuffPost Brent Solvason, professor adjunto clínico de psiquiatria e ciências comportamentais na Universidade Stanford.

7. Nossa pressão sanguínea abaixa no verão.

Não é por nada que nos sentimos mais descontraídos no verão. Pesquisas mostram que a pressão sanguínea cai no verão, comparada ao inverno, graças à mudança na pressão atmosférica. A temperatura mais baixa leva os vasos sanguíneos a se estreitar, o que pode causar uma elevação da pressão, informou o Weather Channel.

8. O clima temperado pode estar ligado a mais alegria.

Tempo ameno = estado de ânimo mais positivo? Pesquisas indicam que existe um vínculo entre climas temperados (pense nos mais quentinhos) e pessoas que se dizem felizes. Os lugares onde o inverno é mais quente que a média e o verão é mais fresco que a média parecem favorecer o estado de humor positivo de seus moradores. E é natural, já que o clima melhor se traduz em mais oportunidades para sair ao ar livre.

9. Somos mais criativos no calor.

Pesquisas da Universidade do Michigan sugerem que sair para o ar livre em um dia agradável de primavera pode estar ligado a um aumento no pensamento criativo.

“Sair ao ar livre quando o tempo está agradável realmente nos proporciona uma maneira de ‘resetar’ nosso modo de encarar as situações”, disse o pesquisador Matthew Keller. “Todo o mundo pensa que as condições do tempo afetam o estado de ânimo, mas os maiores ensaios feitos para testar essa teoria não encontraram qualquer vínculo entre uma coisa e outra.

Por isso nós voltamos ao assunto e descobrimos que há duas variáveis importantes: quanto tempo você passa ao ar livre e qual é a estação do ano. Se você passar do inverno para o verão e passar tempo suficiente ao ar livre, perceberá uma mudança nítida em seu estado de ânimo.”

10. O calor pode nos dar mais vontade de transar.

Estudos sugerem que pode haver um componente sazonal nos níveis mais altos de concepção humana. Uma análise feita na Europa constatou que há um aumento de 10% acima da média dos nascimentos no mês de março, indicando que a concepção teria ocorrido por volta de junho (o início do verão no hemisfério norte), relatou a “Scientific American”.

A mesma pesquisa constatou que os níveis de testosterona dos homens e os hormônios femininos ligados à ovulação chegam ao máximo nessa época do ano.

11. Você pode ter mais tendência a adoecer nos meses de frio.

Pode esfriar em qualquer época do ano, mas existem alguns fatores presentes no inverno que podem elevar sua probabilidade de adoecer. Para começar, pesquisas mostram que nosso sistema imunológico é levemente enfraquecido nos meses de mais frio, graças à mudança de DNA corporal que ocorre durante a mudança de estações, informou a

“Business Insider”. Não só isso: no inverno as pessoas passam mais tempo em locais fechados – ou seja, a terra dos micróbios –, de modo que é mais difícil fugir dos germes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s