Apple abre laboratório secreto em Taiwan para fabricar telas

A Apple briu um laboratório na região norte de Taiwan, onde os engenheiros estão desenvolvendo novas tecnologias para telas, de acordo com fontes

A Apple Inc. abriu um laboratório na região norte de Taiwan, onde os engenheiros estão desenvolvendo novas tecnologias para telas, de acordo com pessoas familiarizadas com as instalações.

No edifício da Apple em Longtan há pelo menos 50 engenheiros e outros funcionários trabalhando na criação de novas telas para aparelhos como iPhone e iPad, disseram as pessoas, que pediram anonimato porque os detalhes não são públicos.

A Apple recrutou funcionários da fabricante local de telas AU Optronics Corp. e da Qualcomm Inc., a quem pertencia o edifício, disseram as pessoas.

Kristin Huguet, porta-voz da Apple, que tem sede em Cupertino, na Califórnia, não quis comentar.

A Apple começou a operar o laboratório neste ano, com o objetivo de fabricar produtos mais finos e leves, com melhor iluminação e maior eficiência no uso de energia.

Os engenheiros estão desenvolvendo versões mais avançadas das telas de cristal líquido que são utilizadas atualmente em modelos de iPhone, iPad e computadores pessoais Mac, disseram as pessoas. A Apple também deseja adotar os diodos orgânicos emissores de luz, que são ainda mais finos e dispensam a retroiluminação, disseram.

Samsung e Sharp

Fabricar modelos de iPhone e iPad mais finos e duráveis a cada geração é uma das características da Apple e ajudou a gerar US$ 178 bilhões em vendas anuais nessas duas categorias de produto.

Ao trabalhar diretamente no desenvolvimento da tecnologia das telas, a Apple poderá se tornar menos dependente da tecnologia desenvolvida por fornecedores, como Samsung Electronics Co., LG Display Co., Sharp Corp. e Japan Display Inc. Em vez disso, a companhia poderia implementar processos internos de produção e terceirizar para fabricantes menores, como a AU Optronics ou a Innolux Corp., de Taiwan.

Anúncios de emprego

A Apple realiza a maior parte de suas pesquisas na sede da companhia, em Cupertino, e terceiriza a fabricação de quase todos os aparelhos e componentes a fornecedores como a Foxconn Technology Group e a Japan Display.

A fabricante do iPhone também emprega cientistas e engenheiros em todo o mundo, dedicados ao desenvolvimento de materiais e de tecnologias de fabricação.

A Apple continua procurando engenheiros para sua fábrica de telas planas, de acordo com os anúncios de emprego no site da LinkedIn Corp.

Localizada em um canto do parque científico de Longtan, entre um bosque e o lugar onde está sendo construída uma nova fábrica de biotecnologia, a estrutura não dá pistas de pertencer à companhia mais valiosa do mundo.

A cinquenta quilômetros do centro de Taipei e a uma hora, de carro, da sede da Foxconn, a fábrica com revestimento branco não exibe nenhuma sinalização corporativa, um contraste gritante com os outros edifícios da vizinhança, que possuem logotipos de quase um metro de altura da Leotek Electronics Corp., da Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. e da AU Optronics.

Telas da Qualcomm

Uma caminhada curta, meia dúzia de passos e portas corrediças de vidro levam a um balcão e a uma recepção à frente de um logotipo da Apple na parede.

Esse sinal e o iMac que exibe a tela padrão de registro de visitantes da Apple são os únicos indícios visíveis de que esse é um dos lares da empresa.

O recepcionista não quis fornecer o nome nem informações de contato de alguém que pudesse falar sobre as instalações. Os seguranças que estavam do lado de fora também se recusaram a conceder informações de contato de qualquer responsável.

Registros do escritório de gerenciamento do parque científico de Hsinchu, que administra a instalação de Longtan, mostram que a Apple se mudou para a fábrica em abril e que a Qualcomm Panel Manufacturing Ltd. tinha ocupado o lugar desde 2008.

Registros do Ministério de Economia mostram que a Apple modificou seu registro em Taiwan pela última vez em outubro. No formulário agora consta o endereço de Longtan, modificando o endereço anterior, no centro de Taipei, da sede da Taiwan Apple LLC. Foi neste lugar que a Qualcomm tentou desenvolver suas próprias telas, chamadas Mirasol.

Na segunda-feira, um pequeno grupo de funcionários com crachás da Apple pendurados no pescoço saíram do lugar para fumar em meio ao zumbido dos filtros industriais.

Eles não quiseram fazer comentários sobre o objetivo do edifício nem sobre o trabalho que estão realizando.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s