Cientistas criam fermento que produz componente da maconha

Método também pode superar entraves legais à produção de medicamentos baseados na maconha

São Paulo – Após um trabalho de dez anos, um grupo da Universidade de Dortmund (Alemanha) anunciou que conseguiu criar cepas de fungos de fermento geneticamente modificadas que produzem tetraidrocanabinol.

Para quem nunca morou em república de estudantes, esse é o componente químico mais importante da maconha – tanto em matéria de medicina quanto de diversão. Eles também criaram cepas capazes de produzir outro composto da planta, o canabidiol, ainda que não tenham publicado formamente o resultado.

O processo ainda não é perfeito. Só funciona quando o fermento é imerso num soro com moléculas precursoras – isso faz com que ele excrete o THC no ambiente, ao invés de acumulá-lo, como a planta. A meta final da pesquisa é conseguir que os fungos produzam o composto a partir do açúcar. Isso tornaria o método comercialmente viável.

Vai ser difícil bater a erva. Plantas do gênero Cannabis podem conter 30% de THC em suas flores. Em entrevista ao New York Times, a pesquisadora Roxanne Khamsi fez uma comparação que nem Marcelo D2 chegou a pensar: “Hoje, temos uma planta que é essencialmente a Ferrari do mundo vegetal em produzir o composto químico desejado. É duro vencer a Cannabis.”

Ainda de acordo com os cientistas, a razão prática para produzir THC com micro-organismos é que, mesmo quando os compostos medicinais são legalizados, as leis tornam muito difícil plantar maconha. A motivação é similar à de outro grupo de cientistas que anunciou mês passado ter produzido morfina a partir do trigo.

Nenhuma referência foi feita às aplicações em bolos e biscoitos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s