De Volta Para o Futuro? Startup cria anúncios holográficos

Empresa quer substituir os painéis publicitário por algo mais tecnológico

São Paulo – Uma startup de Taiwan está trabalhando para tornar realidade os anúncios holográficos, como o falso tubarão visto em De Volta Para o Futuro Parte II (1989) que quase mata Marty McFly de susto. 

Inspirados no filme e em um brinquedo vendido na Amazon, os integrantes da Theia querem substituir os tradicionais painéis publicitários por algo mais tecnológico.

A visão da empresa é bem ao estilo do anúncio do filme Tubarão 19 (Jaws 19) que vimos na obra dirigida por Robert Zemeckis. 

A empresa promete um produto funcional semelhante e comercialmente viável dentro de dois ou três meses. Veja o que a companhia espera concretizar no vídeo de divulgação abaixo.

Mas, por enquanto, o que já foi revelado se parece mais com a técnica usada para criar imagens tridimensionais em um smartphone. Confira.

Em breve, a empresa vai começar a demonstração usando imagens tridimensionais de personagens como a Princesa Leia, Homem de Ferro e a princesa Elsa (Frozen).

Apesar da holografia já ter sido usada até mesmo em shows póstumos de Renato Russo, o que existe atualmente não pode ser tocado como a tecnologia da Theia promete. Usando técnicas de reconhecimento gestual, a companhia planeja anúncios que podem ser manipulados pelos consumidores em potencial de diversas maneiras. Mas isso ainda está em fase de desenvolvimento.

Trixel

A Theia não é a única tentando recriar o futuro fantasioso de De Volta Para o Futuro. Engenheiros da Universidade de Viena anunciaram, no ano passado, a criação do trixel, que se trata de um pixel tridimensional para a criação de imagens 3D.

Trixel: pixel tridimensional que gera hologramas (Divulgação/Trilite)

A equipe ainda trabalha no desenvolvimento dessa tecnologia, mas os pesquisadores acreditam que poderão fazer projeções como a vista no filme de 1989 em um futuro próximo.

O trixel existe graças a uma combinação de microespelhos móveis que projetam imagens em diferentes direções. O protótipo já é colorido e usa feixes de laser para enviar imagens para aos olhos direito e esquerdo dos seres humanos, gerando o efeito tridimensional por meio de um sistema microeletromecânico.

Moeda: Imagem tridimensional gerada pelo trixel (Divulgação/Trilite)

Os engenheiros comercializarão a tecnologia do trixel por meio da empresa que fundaram, chamada Trilite Technologies.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s