Descoberta abre nova janela para estudo do cosmos

Os pesquisadores disseram ter detectado ondas gravitacionais oriundas de uma colisão entre dois buracos negros

Washington – Cientistas anunciaram nesta quinta-feira que detectaram pela primeira vez as ondas gravitacionais, ondulações no espaço e no tempo, antecipadas hipoteticamente pelo físico Albert Einstein há um século, em uma descoberta marcante que abre uma nova janela para o estudo do cosmos.

Os pesquisadores disseram ter detectado ondas gravitacionais oriundas de uma colisão entre dois buracos negros –objetos extraordinariamente densos cuja existência também foi prevista por Einstein– de 30 vezes a massa do Sol, ocorrida a 1,3 bilhão de anos-luz da Terra.

Mais informações em instantes.

Siga ao vivo:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s