Genética explica quem aparenta ser mais velho ou mais novo

"Pela primeira vez foi detectado um gene que explica, em parte, por que algumas pessoas parecem mais velhas e outras mais jovens do que sua idade"

Aparentar ter mais idade seria causado, em parte, por uma variação genética, explica um estudo divulgado nesta quinta-feira e que estabelece, pela primeira-vez, um vínculo entre a percepção do envelhecimento e um gene específico.

“Pela primeira vez foi detectado um gene que explica, em parte, por que algumas pessoas parecem mais velhas e outras mais jovens do que sua idade” real, afirma Manfred Kayser, da faculdade de medicina da Universidade Erasmus de Roterdã, na Holanda, principal autor deste trabalho.

Denominado de “MC1R”, este gene, conhecido por originar fios de cabelo vermelhos e pele clara, apresenta, às vezes, uma variação que faz com que as pessoas pareçam cerca de dois anos mais velhas do que aquelas que têm sua mesma idade e carecem deste gene, destacam os pesquisadores, cujo estudo foi publicado na revista científica Current Biology.

Estudos anteriores haviam demonstrado que, na percepção da idade, também há a influência de uma combinação de fatores genéticos e ambientais, destacam os cientistas.

A idade que uma pessoa aparenta pode refletir, ainda, seu estado de saúde e sua expectativa de vida.

Os cientistas analisaram o genoma de aproximadamente 2.700 holandeses para determinar as variações genéticas relacionadas a diferentes percepções de idade.

O gene MC1R apareceu como o que mais incide neste sentido a partir do rosto de uma pessoa, o que foi confirmado por outros dois estudos realizados na Europa.

Na ligação entre a variação genética e a idade não tiveram incidência sexo, cor da pele ou danos devido à exposição ao sol, precisam os cientistas.

O MC1R também está relacionado com processos biológicos, como as inflamações e a reparação do DNA, o que poderia explicar sua relação com o fato de que uma pessoa pareça mais velha do que é na realidade.

Mas a variação deste gene é somente um fator entre os muitos que intervêm na percepção da idade de uma pessoa, relativizaram os cientistas, que pretendem continuar suas pesquisas para tentar identificar outros genes que poderiam ter um papel neste sentido.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s