Opera é hackeada e 1,7 milhão de senhas são comprometidas

Empresa teve servidores invadidos e nomes de usuários e senhas podem ter vazado

São Paulo – A Opera, conhecida por seu navegador de internet concorrente do Chrome, emitiu um alerta aos seus usuários para informar sobre uma invasão aos seus servidores. Dados de mais de 1,7 milhão de pessoas podem ter sido comprometidos.

As informações vazadas são do serviço Opera Sync, que sincroniza o histórico de navegação, englobam nomes de login e senhas.

A empresa sueca, agora, pede que todos os usuários troquem suas senhas, como medida de segurança. 

Vale notar que o Opera Sync também guarda senhas de serviços de terceiros, como Facebook ou Google. No entanto, a companhia utiliza criptografia e outras técnicas para proteger as senhas dos usuários nesses sites.

No total, a Opera conta com mais de 350 milhões de usuários ativos do seu navegador de internet. Portanto, a maioria dos internautas que utilizam o software não será afetada pela invasão. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s