Países religiosos são menos inovadores, diz estudo

Quando a religião interfere na política, quem dança é a ciência e o avanço tecnológico

São Paulo – Quando a religião interfere na política, quem dança é a ciência e o avanço tecnológico. Pelo menos é o que diz um estudo da Universidade Princeton. Segundo a pesquisa, quanto mais a religião interferir nas decisões políticas, mais hostil fica o ambiente para a ciência. Fica o recado para o nosso Congresso.

Mundo

O estudo compara o número de patentes registradas por habitante com a quantidade de pessoas que se declaram religiosas.

Flávio Pessoa/ Superinteressante

()

1. EUA
Os EUA são a única exceção à regra: são muito religiosos, mas se destacam nas patentes. Ainda assim, houve queda durante o governo Bush, quando o presidente proibiu pesquisas com células-tronco, baseando-se em crenças religiosas.

2. Islã
Segundo a pesquisa, os 46 maiores países muçulmanos do mundo produzem apenas 1,16% da literatura científica.

3. Brasil
Com cerca de 90% da população acreditando em Deus e mais de 70 parlamentares no Congresso na chamada “bancada evangélica”, temos menos patentes que Irã, Polônia ou Rússia.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s