Realidade virtual ganhará corpo em 2016, diz Ericsson

A Ericsson lança hoje seu relatório de tendências de tecnologia para 2016. Comunidade conectada e realidade virtual se espalhando estão entre os tópicos

São Paulo – Com 2015 chegando ao fim, as empresas de tecnologia colocam seus “videntes” para trabalhar. A Ericsson lança hoje seu relatório de tendências para 2016. Sendo uma empresa de redes, boa parte do documento fala sobre conectividade e seus impactos.

Isso fica óbvio pelo primeiro ponto ressaltado pela empresa, “os efeitos do estilo de vida conectado”. Para a empresa, 2016 mostrará o resultado disso. Entre eles estão a “inteligência da multidão” e a multiplicação da economia de compartilhamento.

Se isso já está próximo da realidade, outro ponto parece mais futurístico: o fim da relação obrigatória com telas de smartphones. Isso seria possibilitado graças a inteligência artificial. O ano que vem deve marcar o início dessa relação com objetos, sem que tenhamos o smartphone como intermediário.

A realidade virtual deve ganhar corpo em 2016, para a Ericsson. A empresa afirma que consumidores começarão a usar a realidade virtual como uma tecnologia que faça parte de suas vidas.

Uma pesquisa feita mostra quais são os usos pelos quais os consumidores estão ansiosos. Entre eles estão ver itens antes de comprar, mapas em realidade virtual e filmes imersivos.

A empresa também aborda o conceito de internet das coisas. O mais importante, para a Ericsson, é a casa conectada. A maioria dos consumidores acredita que casa terão sensores dentro de cinco anos.

Esses sensores poderão imitar a iluminação do ambiente externo, por exemplo. Sensores externos também poderão preparar o interior das casas de acordo com a situação de fora.

Outra tendência interessante identificada pela Ericsson é de transporte mais inteligente. Um relatório recente mostrou que pessoas querem usar o tempo de deslocamento de forma mais inteligente. Maior conectividade implicaria maior produtividade nesse tempo de deslocamento, por exemplo.

Veja abaixo os dez tópicos que a Ericsson identifica como tendências para 2016:

1. Os efeitos do estilo de vida conectado
2. Nativos do streaming
3. Inteligência artificial termina a era das telas
4. Virtual se torna real
5. Casas com sensores
6. Transporte inteligente
7. Chat de emergência
8. Sensores no corpo
9. Tudo pode ser hackeado
10. Comunidade conectada

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s